a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

3.ª D- Série C- ...

terça , Jan. 31 2023
3

3.ª D. Série B- CP ...

terça , Jan. 31 2023
5

Liga Placard- Resumo CD ...

terça , Jan. 31 2023
7

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62971

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31829

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25816

3.ª D- liguilha de ...

domingo , Jun. 16 2019
2034

Houve sorteio dos ...

quinta , Set. 09 2021
855

Domínio e controlo ...

terça , Out. 05 2021
579

4 Tec Massagem 27 Fev

sctfcp

Dragões estiveram a ganhar por 1-4, o SC Tomar recuperou para 5-4, Malián fez assistência (!) e defesa decisiva a fechar o 6-7 e onde a equipa de arbitragem foi a pior em rinque.

O Campeonato Placard vai na nona jornada e tem proporcionado grandes jogos, principalmente quando envolvem as melhores equipas. Ou clubes como o Sporting de Tomar, que parecem menor apetrechados, mas cuja qualidade assenta na ligação equipa técnica-jogadores experientes. Foi este conjunto verde e branco que esteve muito perto de ganhar ao FC Porto, sendo batido (6-7) numa espécie de roda da sorte final.

O entusiasmante desafio proporcionado pelo sexto e quarto classificados fica marcado pelo dia infeliz de uma dupla de arbitragem nervosa nos julgamentos e confusa na irreal tentativa de equilibrar os danos.

Os portistas comandavam por 1-4, aos 21 minutos, (0-1 por Reinaldo Garcia; 1-1 por Ferruccio; 1-2 por Gonçalo Alves; 1-3 por Gonçalo Alves; 1-4 por Di Benedetto) com Tomás Moreira aos 23 minutos a reduzir para 2-4 de LD. Pelo meio, assistiu-se a um acumular de faltas e a placa na mesa a mostrar 9-8, ao intervalo, indicava o aproximar da tempestade.

UM inicio de etapa complementar, diabólica por parte da equipa tomarense que aos 2 minutos reduziu para 3-4 por Tomás Moreira. No minuto seguinte foi a vez de Pedro Martins fazer o empate e a consumação da reviravolta no marcador dá-se oas 5 minutos com Franco Ferruccio a coloca ro C Tomar a vencer por 5-3.

Aos oito minutos Tomás Moreira tem oportunidade de dilatar o marcador mas na marcação de um LD permite a defesa de Malián o mesmo acontecendo com Di Benedetto que não consegue enganar Marante.

Mena faz o empate à passagem do minuto 13 e dois minutos depois e Carlo Di Benedetto que coloca novamente a formação portista a vencer, desta feita por 5-6.

Últimos cinco minutos electrizantes e de nervos, de parte a parte e onde surgiram as 13 faltas para cada lado e antecipava-se nova borrasca, guardada para o último minuto. Ivo Silva faz o empate numa jogada individual de excelência e logo a seguir a equipa tomarense dispõem de um LD mas Malián defende e, raramente visto, iniciou o lance do 6-7, finalizado por Mena. Festejo rápido e o "golero" catalão ainda evitou o 7-7, a oito segundos do fim

Fonte- Jornal “O Jogo” * Foto Nuno Brites / Global Imagens

Esteticista Essencial