a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

16 Avos de Final da Taça ...

segunda , Jan. 24 2022
36

2.ª Sul- AE Física D ...

segunda , Jan. 24 2022
29

TP- Parede vence ...

segunda , Jan. 24 2022
21

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61645

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30167

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24459

SL Benfica multado por ...

quinta , Jan. 26 2017
2722

HC Turquel com dois ...

terça , Set. 08 2015
1751

Cabeças de série da Liga ...

quinta , Set. 08 2016
1843

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

adssct

O SC Tomar foi ao “Caldeirão” de S. João da Madeira vencer a Sanjoanense por 3-5 e mantem a 5.ª posição da classificação geral, isolado.

Uma Sanjoanense que ainda não pontuou mas que tem dificultado ao máximo quem se desloca ao “Caldeirão” procurava hoje frente aos ribatejanos os primeiros pontos na competição. E não poderia ter melhor inicio já que inaugurou o marcador logo na jogada de saída com o tento a ser da autoria de João Lima.
O SC Tomar responderia aos 10 minutos por Ivo Silva que empatou a contenda.
Um SC Tomar que parecia disposto a virar o resultado, mas foi a Sanjoanense a adiantar-se mais uma vez, no marcador quando Tiago Almeida fez o 2-1 aos 16 minutos. Responderiam os ribatejanos com o empate aos 19 minutos, apontado por Lucas Honório e no minuto seguinte foi Guilherme Silva a colocar os nabantinos pela primeira vez na frente do marcador ao fazer o 2-3, resultado que se verificava ao intervalo.

Uma Sanjoanense intensa mas poucas vezes objetiva, procurou o empate já na etapa complementar e conseguiria mesmo quando João Pereira fez o 3-3 aos 19 minutos. Mais uma vez a eficácia nabantina, ou se quisermos o sentido de oportunidade permitiu ao conjunto tomarense adiantar-se no marcador logo no minuto seguinte por intermédio de Caio, numa seticada frontal.
Ivo Silva aos 21 minutos faria o 3-5 num lance de oportunismo que permitiu ao SC Tomar respirar melhor. Lucas Honório pouco depois desperdiçaria um LD e já no correr do minuto final foi João Pereira a não conseguir desfeitear Francisco Veludo na marcação de um LD (10.ª falta do SCT).

Pouco depois terminava a partida, com o desalento a manifestar-se na cara dos atletas alvinegros, num jogo onde a formação tomarense foi mais eficaz, e para além disso, foi mais experiente sabendo gerir de forma inteligente as incidências do jogo, que mereceu vencer, no computo dos cinquenta minutos do encontro.
Na próxima jornada a disputar-se na próxima quarta feira dia 8 de dezembro, a AD Sanjoanense recebe o Parede FC com o SC Tomar a ser anfitrião do FC Porto.

4 Barbeiro