a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo AD ...

terça , Jan. 18 2022
23

2.ª Sul- “Bês” do ...

terça , Jan. 18 2022
17

1.ª D- Resumo do SC ...

terça , Jan. 18 2022
19

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61630

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30149

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24448

Fernando Tavares- ...

sexta , Ago. 13 2021
405

CA Bragança em destaque ...

terça , Ago. 04 2015
1766

Taça APL- Final Four ...

quarta , Jun. 24 2015
1564

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

nicolia 2 new

O Benfica desloca-se a Paço de Arcos na 11.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional de hóquei em patins e Carlos Nicolía tem a fórmula do sucesso.

É a segunda saída consecutiva no Campeonato Nacional de hóquei em patins. A equipa do Sport Lisboa e Benfica joga no rinque do Paços de Arcos neste sábado, 4 de dezembro, às 18h00, em encontro referente à 11.ª ronda da 1.ª fase da competição, desafio que Carlos Nicolía vê como "complicado".
O internacional argentino entende, porém, que o Benfica está no rumo certo, após um início de temporada aquém das expectativas.

"Vai ser um jogo muito complicado, sabemos que em casa [o Paço de Arcos] forma uma grande equipa. Temos treinado muito bem para chegarmos da melhor maneira ao jogo. A paragem das competições devido ao Campeonato da Europa de hóquei em patins fez bem, aprendemos muito com o Nuno [Resende]. O grupo está bem, esteve sempre unido, sabemos que não começámos muito bem a época, mas ainda falta muito. Estamos convencidos de que esta equipa pode chegar longe", assegurou.

Carlos Nicolía, enquanto avançado, não tem dúvidas em sublinhar o que a equipa tem de melhorar para o que falta na presente temporada, onde todos os objetivos estão em aberto.

"O Paço de Arcos tem um coletivo muito forte, sabe jogar. Sabemos que temos de fazer algo que não tem saído muito bem, fazer golo nas ocasiões que criamos. Tivemos muitas frente ao Turquel e não conseguimos marcar para termos um jogo mais tranquilo e acabámos, no final, por ganhar por um golo apenas. Temos de marcar quando tivermos oportunidade. Sempre tivemos eficácia, mas muitas vezes a bola não entra, bate no poste ou não atiramos para onde queremos e isso hoje faz a diferença no hóquei em patins", rematou.

Fonte- SL Benfica * Texto- Rui Miguel Gomes * Foto- Arquivo / SL Benfica

5 Barbeiro Completo