a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

16 Avos de Final da Taça ...

segunda , Jan. 24 2022
36

2.ª Sul- AE Física D ...

segunda , Jan. 24 2022
29

TP- Parede vence ...

segunda , Jan. 24 2022
21

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61645

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30167

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24459

Gino Passarini e João ...

domingo , maio 31 2020
1405

Taça Portugal: Cambra ...

domingo , Jan. 18 2015
1891

HC Sintra recebe ...

segunda , Set. 11 2017
1419

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

festejo equipa principa new

A equipa feminina de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica venceu, por 1-3, este dia 23 de outubro, no Pavilhão de Alverca, a 8.ª Supertaça do seu historial, desta feita frente ao Clube Atlético de Campo de Ourique (CACO).
Triunfo justo e até se pode dizer natural da equipa do Benfica, que, no entanto, viu a sua produção ofensiva travada durante largos minutos pela guardiã Ana Rita Sequeira, a qual adiou até aos últimos minutos a definição do vencedor do troféu.

O Benfica começou da melhor forma e chegou à vantagem (0-1) aos 2' por Marlene Sousa, com um remate em posição frontal junto ao limite da área. O início do encontro poderia fazer antever um avolumar do resultado com alguma facilidade, mas o acerto defensivo do CACO, com a sua guarda-redes em excelente plano, foi adiando os intentos das atletas comandadas por Paulo Almeida.

O CACO, apostando em rápidas transições quando não via as mesmas anuladas pela recuperação defensiva das encarnadas, conseguiu chegar à igualdade aos 9' por Sara Fernandes (1-1). O Benfica manteve a toada ofensiva, aumentou a intensidade das suas ações, que, quando não eram bloqueadas por Ana Rita Sequeira, esbarravam nos ferros da baliza. Antes do intervalo, aos 18', Raquel Santos ainda teve uma grande penalidade para desfazer a igualdade, mas tal não aconteceu até descanso.

O início do segundo tempo mostrou uma equipa encarnada ainda mais determinada na procura de momentos de finalização.

De várias formas, com combinações na área, tiros de meia-distância e iniciativas individuais, as águias insistiram. Maria Sofia Silva, aos 33', atirou à barra. A camisola 66 voltou à carga aos 41', ao segundo poste, vendo a guarda-redes contrária a fazer uma defesa de grande nível. No minuto seguinte, aos 42', Marlene Sousa colocou mais uma bola no poste.

A insistência acabou em golo aos 43'. De novo Maria Sofia Silva em evidência, ao segundo poste, a desviar a bola para o fundo das redes, colocando o resultado em 1-2. O Benfica passou então a pausar ligeiramente as investidas sobre o último reduto do CACO, mas manteve-se sempre perigoso, procurando atenuar a intenção do oponente, que, sublinhe-se, a espaços conseguiu obrigar Maria Vieira a mostrar a sua classe na baliza.

Cata Flores, aos 48', também com uma emenda ao segundo poste, estreou-se a marcar oficialmente de águia ao peito e encerrou as contas do encontro, com o 1-3, a passe de Marlene Sousa. O Benfica venceu assim a 8.ª Supertaça para o clube, a 8.ª consecutiva...

Fonte/Foto- SL Benfica

6 Massagista Inicial 250h