a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Leões conquistam a Taça ...

sábado , Set. 18 2021
39

Nuno Resende- “A equipa ...

sábado , Set. 18 2021
61

Ricardo Ares- “era ...

sábado , Set. 18 2021
42

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61018

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
29236

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
23565

Guilherme Lopes- ...

sexta , Dez. 15 2017
1135

Agenda e Nomeações de 3 ...

segunda , Jul. 02 2018
1050

Esclarecimento do C.A. ...

sexta , Mar. 29 2019
2607

05 Barbeiro Completo 500h Pluriform

pablo alvarez 4 new

Hoquista encerrou ciclo de 10 anos no Barcelona e muda-se para o Benfica com a mesma ambição que sustentou os 36 títulos conquistados ao longo da carreira.

De Barcelona para o Benfica chega mais uma referência do hóquei em patins, Pablo Álvarez é o seu nome. O avançado internacional argentino de 34 anos assegura que a mudança para Lisboa tem um objetivo claro: "Queremos ganhar todos os títulos."

Com um currículo carregado de títulos, Pablo Álvarez explicou os motivos da mudança. "Em primeiro lugar, agradeço a forma como fui recebido, assim como a minha família, tal como agradeço a confiança que o Benfica deposita em mim. É um clube muito grande. Foram 10 anos no Barcelona, foram 10 anos espetaculares, jogava num dos melhores clubes do mundo. Agora tenho novos objetivos, novas ambições, chego a um clube muito, muito grande e a que tenho o orgulho de pertencer", afirmou em declarações à BTV.

A forma apaixonada como os Benfiquistas vivem o Clube foi um fator igualmente decisivo para a mudança de emblema: "A paixão é o que mais destaco, não é só no hóquei em patins, mas pelo desporto em geral. É muito parecido de onde venho, da Argentina. Vivemos o desporto da mesma maneira, com muita paixão, isso 'empurrou-me' para experimentar e estar aqui, no Benfica."

Na Luz, de águia ao peito, terá oportunidade de reencontrar compatriotas como Carlos Nicolía e Lucas Ordoñez, os quais, a par do ex-benfiquista João Rodrigues, lhe deram "boas referências" sobre o que podia encontrar em Lisboa.

"As sensações são muito bonitas, eu e a minha família sentimo-nos bem, estamos em casa, conheço a maioria dos meus companheiros, os argentinos e os espanhóis com os quais partilhei o balneário. Estou em processo de adaptação à cidade e agradecido pela forma como tenho sido tratado. Procurei saber [como era o Clube], falei muito com Nicolía e Ordoñez, estavam muito satisfeitos por eu vir para o Benfica. Deram-me boas referências. O João Rodrigues também disse muito bem do Clube, que ia desfrutar muito. Estou com muita vontade", afiançou.

Após ter iniciado a carreira nos argentinos do Olimpia e ingressado com 18 anos no Liceo, onde permaneceu durante seis anos até à transferência para o Barcelona, num ciclo de 10 temporadas agora encerrado, Pablo Álvarez encara com entusiasmo a possibilidade de jogar no Campeonato português.

"É uma Liga muito forte, todas as equipas estão a reforçar-se muito bem. É muito competitiva e penso que vou desfrutar muito pelo estilo de jogo que se pratica. É uma Liga muito atrativa. Espero que a minha adaptação seja rápida, assim como a das outras contrações, para conseguirmos os resultados. Estamos cá para ganhar, somos muito ambiciosos e queremos ganhar todos os títulos em disputa", frisou o atleta, que conta com 36 títulos na carreira, entre eles quatro Ligas Europeias e 11 Campeonatos (dois na Argentina e nove em Espanha).

Pablo Álvarez, acompanhado pela família, teve igualmente a primeira oportunidade de conhecer mais a fundo a história do Benfica, visitando o Museu Benfica, que o deixou impressionado por dois motivos distintos.

"Fiquei muito surpreso, tinham-me falado do Museu, é magnífico. Toda a estética que tem, é muito grande e tem muitos troféus ganhos. Aqui vê-se que o Benfica é um clube muito grande", apontou, revelando o que sentiu ao ouvir, ainda que gravados, os cânticos dos Benfiquistas no apoio incessante às suas equipas.
"Ao ouvir os cânticos dos adeptos é impossível não sair com pele de galinha, espero que possamos regressar quanto antes à normalidade para poder desfrutar do público, dos adeptos", desejou.

Fernando Tavares, vice-presidente do Sport Lisboa e Benfica, apresentou Pablo Álvarez como sendo um reforço para a equipa de hóquei em patins na "sequência da política que vem a ser encetada" pela Direção liderada pelo Presidente Rui Costa, reforçando que o internacional argentino é "um valor absolutamente inquestionável".

"Pablo Álvarez vem na sequência de uma política que o Benfica enceta para as modalidades, de reforçar as suas equipas com jogadores de grande nível, que neste caso é absolutamente inquestionável. Está nos desígnios estabelecidos pela Direção, agora presidida por Rui Costa. Primeiro o empréstimo obrigacionista, bem conseguido, depois a qualificação para a Liga dos Campeões – e já na próxima semana vamos ter um jogo importante para a equipa do Benfica. O terceiro grande objetivo é reforçar as equipas com nível competitivo para atingir os nossos objetivos, que permitam ganhar. O Pablo Álvarez é um atleta que não necessita de grandes apresentações. Queremos jogadores com compromisso, carácter e jogadores habituados a ganhar, é um prazer tê-lo aqui", finalizou.

Fonte- SL Benfica * Texto- Rui Miguel Gomes * Foto- Isabel Cutileiro / SL Benfica

02 Cabeleireiro Essencial