a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Oliveirense abriu a ...

segunda , Ago. 02 2021
66

“Janeka” vai reforçar o ...

segunda , Ago. 02 2021
232

Pedro Almeida é o novo ...

segunda , Ago. 02 2021
159

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60566

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
28629

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22958

Fábio Ramos e Tomás Vaz ...

domingo , Jul. 23 2017
1355

3.ª Divisão Nacional - ...

quarta , Nov. 02 2016
1536

CN S17 2.ª Fase Norte: ...

terça , Abr. 26 2016
1437

05 Barbeiro Completo

hq5 2

O Sporting Clube de Portugal foi ao Dragão Arena vencer o FC Porto, este domingo, por 4-6 no jogo três da final do play-off do Campeonato Nacional. Os Leões colocam-se assim em vantagem por 2-1 e estão a apenas um triunfo do título de campeão.

Aos seis minutos, na sequência de um cartão azul mostrado a Reinaldo Garcia, por falta sobre Toni Pérez, Gonzalo Romero fez o 0-1 através de um livre directo e, logo a seguir, Ângelo Girão teve de sair por três minutos devido a um problema físico, sendo substituído por Zé Diogo.

Mesmo em vantagem, o Sporting CP continuou a criar oportunidades de golo, a mais flagrante por intermédio de Gonzalo Romero, que obrigou Xavier Malián a esforçar-se, mas do outro lado o FC Porto também criava perigo, tendo mesmo acertado com estrondo no poste.

Aos 17 minutos, os portistas chegaram à igualdade, com Gonçalo Alves a aproveitar da melhor forma um penálti assinalado a Gonzalo Romero, mas na resposta, segundos depois, João Souto fez o 1-2 ao desviar um remate de longa distância, restabelecendo a vantagem verde e branca.

Após o intervalo, com apenas 58 segundos decorridos, Gonçalo Alves bisou na partida na sequência de um remate de muito longe, empatando o resultado em 2-2, mas logo a seguir Pedro Gil não deixou o adversário sem resposta, acertando no poste da baliza azul e branca.

Aos 16 minutos, o Sporting CP voltou a colocar-se na frente, com Alessandro Verona a rematar forte para o fundo das redes, mas, mais uma vez, a reacção surgiu segundos depois, desta feita com Rafa a desviar o esférico já dentro da área para novo empate (3-3).

Quando tudo parecia ter voltado á estaca zero, Alessandro Verona voltou a ser protagonista. Instantes depois da igualdade, o italiano aproveitou uma falha da defesa adversária e, mesmo de ângulo reduzido, conseguiu bater Xavier Malián e oferecer nova vantagem ao Sporting CP.

Logo a seguir, Cabestany pediu o desconto de tempo para reorganizar a equipa mas, mais uma vez, foi o Sporting CP a marcar. Na sequência de um contra-ataque, Ferran Font stickou forte e, beneficiando de um desvio num defesa, originou a primeira diferença de dois golos na partida.

Nos dez minutos finais, o mesmo Ferran Font acabou excluído por protestos aos árbitros após um lance em que a bola entrou na baliza e os mesmos não consideraram golo. Na sequência do livre directo falhado por Gonçalo Alves, o FC Porto, a jogar com mais um, fez o 4-5 por Rafa.

A 58 segundos do último soar da buzina, numa altura em que a baliza do FC Porto estava deserta, devido à utilização do guarda-redes avançado, Romero recebeu de Telmo Pinto e aproveitou para assinar o bis e matar o encontro, que terminou com uma vitória Leonina (4-6).

Leões e dragões voltam a encontrar-se no próximo domingo, dia 20 de Junho, novamente no Dragão Arena, num jogo em que o Sporting CP pode sagrar-se campeão caso saia vencedor.

Fonte/Foto- Sporting CP

5