a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Oliveirense abriu a ...

segunda , Ago. 02 2021
63

“Janeka” vai reforçar o ...

segunda , Ago. 02 2021
221

Pedro Almeida é o novo ...

segunda , Ago. 02 2021
158

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60566

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
28629

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22958

João Souto- “Vamos ao ...

terça , Fev. 18 2020
620

CR Lisboa- UD ...

sexta , Abr. 24 2015
1826

AP Aveiro: Detecção de ...

sexta , Mar. 06 2015
2078

05 Barbeiro Completo

133775894 1840452989465474 4011327424397246707 o

No final do encontro disputado no “João Rocha” e onde a equipa portista tinha acabado de perder por 6-2, o treinador do FC Porto, Guillem Cabestany, mostrava-se desalentado com a exibição da equipa, embora apresentasse alguns argumentos, certamente válidos, para a exibição menos conseguida na segunda parte.
Decididamente, a nossa segunda parte não foi tão boa quanto a primeira. A equipa caiu em termos de intensidade, mas também sabemos que o aspeto físico é importante, o que pode explicar a nossa quebra. Ainda assim, creio que podíamos ter feito mais e melhor na segunda parte. Vamos rever o jogo de hoje e corrigir o que temos de corrigir para domingo. O período de recuperação é curto, mas faz parte. Todos os jogos são fundamentais e nós sabemos disso, pois vimos de uma meia-final que parecia quase perdida. Não pensamos que este ou aquele jogo é fundamental. Para nós, todos os jogos são fundamentais. Temos de resistir e aguentar bem em termos físicos e mentais”, afirmou o treinador Guillem Cabestany no final da partida.

Fonte- FC Porto

7