jl12887

No final da vitória por 6-3, esta quinta-feira, sobre o FC Porto para o segundo jogo da final dos play-offs do Campeonato Nacional de hóquei em patins, Paulo Freitas reconheceu a subida de rendimento dos Leões depois do intervalo.

"Foram duas partes completamente distintas. Na primeira, não fomos equipa. Procurámos soluções individuais e desgastámo-nos com isso. O FC Porto com um bloco baixo, a sair em transições, e por isso é que o resultado ao intervalo foi aquele. Na segunda parte, funcionámos como equipa. Fomos muito colectivos. Foi uma segunda parte muito boa em que vieram ao de cima o carácter e a superação que a equipa consegue meter nos jogos. (...) É atrás disto que nós vamos. Empatámos a eliminatória e faltam-nos duas vitórias para sermos Campeões Nacionais, mas ao FC Porto também", começou por dizer aos jornalistas o treinador do Sporting CP, lançando depois o desafio de domingo, no Porto.

"A vontade é exactamente a mesma. Percebemos que temos de ganhar um jogo em casa do adversário e não vamos querer adiar muito mais tempo. Temos uma oportunidade no próximo domingo e o FC Porto também vai querer ganhar. Vão estar duas grandes equipas em pista que vão trazer mais um grande espectáculo de hóquei. Vamos esperar, também, que a sorte nos acompanhe e que nós consigamos trazer de lá a vitória que necessitamos", desejou.

Fonte- Sporting CP

6