a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª- Sul- Parede abanou ...

sexta , Jun. 11 2021
147

Nery assina pelo Riba ...

sexta , Jun. 11 2021
509

2.ª Sul- Paços Arcos ...

sexta , Jun. 11 2021
168

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60350

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
28373

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22728

Maria Sofia Silva- ...

sexta , Set. 27 2019
767

Selecção de Sub-20 volta ...

quarta , Out. 01 2014
2508

Final Four da Taça de ...

terça , maio 07 2019
815

10

178441616 153851463410106 9121277060865130982 n

FC Porto venceu em casa da Juventude de Viana (3-1) e vai defrontar Benfica ou Oliveirense nas meias-finais do Play-off do Nacional de hóquei em patins
O FC Porto está nas meias-finais do Play-off do Campeonato Nacional de hóquei em patins depois de vencer neste sábado a Juventude de Viana (3-1), no Pavilhão Municipal José Natário, em Viana do Castelo, no segundo jogo da eliminatória referente aos quartos de final. Na Invicta, a equipa portista já tinha vencido por 8-1.

A primeira parte esteve longe de ser um grande espetáculo de hóquei em patins e até terminou com a Juventude de Viana na frente: a equipa de Viana do Castelo aproveitou uma infelicidade de Poka, que escorregou, e ganhou vantagem por intermédio de Pedro Batista (12m). Este foi, de resto, o único golo da etapa inicial, pois Rémi Herman e Gonçalo Alves ainda desperdiçariam um penálti cada um.

Após o descanso, o FC Porto demorou apenas nove minutos a dar a volta ao resultado e fê-lo com dois grandes golos de Xavier Barroso (28m) e Gonçalo Alves (34m), mas é justo dizer que, pelo meio, Xavier Malián travou um livre direto cobrado por Pedro Batista. Foi precisamente na transformação de um livre direto que Gonçalo Alves bisou e aumentou para 3-1 (38m), empurrando o FC Porto para a eliminatória que se segue no Play-off da principal competição nacional, mesmo que a 30 segundos do fim a Juventude de Viana ainda tenha falhado um penálti.

"A Juventude de Viana conseguiu que o jogo se parecesse mais com o que eles pretendiam do que o que nós queríamos, e isso provocou-nos alguma precipitação sobretudo na primeira parte. Na segunda adaptámo-nos melhor à pista, acalmámos mais o jogo e conseguimos os golos que nos deram a tranquilidade para gerir durante a reta final. Não foi o jogo mais bonito da nossa parte, mas conseguimos os objetivos de vencer o jogo e de passar às meias-finais", declarou Guillem Cabestany após o apito final.

O adversário do FC Porto nas meias-finais pode ser conhecido já neste sábado, caso a Oliveirense vença na receção ao Benfica. No primeiro jogo, a equipa de Oliveira de Azeméis venceu por 2-1 em Lisboa.

Fonte- FC Porto * Foto- FC Porto (Arquivo)

barbeirocompleto cartaz