a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Famalicense com seis ...

segunda , maio 10 2021
534

CNF- Infante de Sagres ...

segunda , maio 10 2021
199

Portugal recebe o ...

segunda , maio 10 2021
457

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60227

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
28214

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22596

Ap. Campeão- 2.ª D- “Zé ...

domingo , maio 29 2016
2122

Rui Neto e a despedida ...

domingo , Abr. 11 2021
203

Benfica conquista Taça

domingo , Jun. 14 2015
1318

Tecnicomassagem cartaz

162366344 1906325526211553 1837891734080173305 n

O FC Porto fechou a primeira fase do nacional de hóquei em patins com chave de ouro. Esta tarde, em Oliveira de Azeméis, os detentores do título bateram a Oliveirense por 5-2 e somaram a 21.ª vitória em 26 jornadas. Cientes de que o resultado alcançado no Pavilhão Dr. Salvador Machado em anda alteraria a classificação final, os hoquistas da Invicta exibiram uma postura séria desde o apito inicial e somaram os últimos três pontos no campeonato frente a um conjunto que será adversário meias-finais da Liga Europeia. Para já segue-se a Juventude de Viana nos quartos de final do play-off, disputados à melhor de 5.

A contenda arrancou de feição para os forasteiros - que entraram com o habitual suplente Tiago Rodrigues de início na baliza - e ao quarto minuto já haviam inaugurado o marcador. Após transição rápida, Rafa rematou de primeira para o fundo das redes do ex-portista Nélson Filipe. Cinco minutos volvidos, Poka dilatou a vantagem azul e branca num forte disparo de longe. Na segunda metade do primeiro tempo, e novamente de meia distância, foi a vez de Giulio Cocco inscrever o respetivo nome na lista dos marcadores. O 4-0 surgiu ainda antes do intervalo e foi assinado pelo quarto jogador diferente: Rafa assistiu Ezequiel Mena para o argentino se estrear a marcar ao poste mais distante.

Regressado das cabines para a etapa complementar, Gonçalo Alves desperdiçou o livre direto resultante da décima falta oliveirense e logo a seguir uma grande penalidade. Na resposta, a formação da casa reduziu para 1-4, por Marc Torra. Os comandados de Paulo Pereira não vacilaram da marca de penálti e marcaram o segundo por Lucas Martínez pouco depois. Com uma vantagem de dois golos a dois minutos do término, o capitão Reinaldo García deu a machadada final e fechou o resultado em 5-2 a favor do FC Porto.

Os Dragões voltam a entrar em pista no primeiro dia de maio, para defrontar a Juventude de Viana no jogo 1 dos quartos de final do play-off de apuramento do campeão 2020/21.

Fonte- FC Porto

1 Esteticista Inicial 2