rnet

O treinador do Barcelos já só pensa no encontro com o FC Porto, este domingo, às 14h00, o encontro decisivo nas contas do apuramento para a final-four da Liga Europeia.

Análise ao jogo
“Entrámos mal e no único momento na primeira parte em que tivemos ascendente sobre o Noia o adversário chegou a uma vantagem de 3-1. Depois andámos à procura de dar a volta, mas mal. Na segunda pare, já estivemos mais ao nosso nível, tirando alguns momentos como o que deu o 4-4. Se alguém pensava que havia jogos fáceis, aqui está a prova de que não é assim.

Empate
“Foi um jogo intenso, em que não vencemos como pretendíamos, mas estamos na luta. Tinha dito aos meus jogadores que se o Noia se apanhasse na frente, depois ia sofrer um desgaste físico, como aconteceu frente ao FC Porto, mas que, lutando pelo segundo lugar, iam buscar forças onde não tivessem e eles deram tudo na tentativa de procurar o segundo lugar.”

Jogo com o FC Porto
“Teremos de estar mais concentrados e não permitir erros defensivos como aconteceu frente ao Noia. Neste tipo de competição, com jogos seguidos, sem margem para erros, a força anímica é muito importante. Teremos de fazer um bom jogo frente a uma equipa que estará no seu melhor momento na época.”

Fonte- Jornal “O Jogo” * Foto- Paulo Jorge Magalhães / Global Imagens

3 Maquilhagem 2