a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

AP Coimbra leva a efeito ...

terça , Mar. 02 2021
82

Resumo HC Braga- SC Tomar

terça , Mar. 02 2021
61

CA Campo Ourique impõem ...

terça , Mar. 02 2021
108

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60029

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27965

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22325

Reno e Hóquei Portista ...

sexta , Jul. 03 2015
1795

Campeonatos Regionais da ...

segunda , Dez. 12 2016
1134

III D - Leça FC salta ...

quarta , Jan. 31 2018
772

2 Barbeiro Março

8ea4e32c 72ce 4d5e bdea d6d21fee06d1

No final da partida, Paulo Freitas analisou o jogo frente à UD Oliveirense em declarações ao Jornal Sporting. O treinador verde e branco considerou que a partida foi muito disputada, mas o resultado decidiu-se "em pormenores".

"Foi um jogo equilibrado contra um candidato ao título que, provavelmente fez, hoje, o seu melhor jogo. Uma primeira parte muito equilibrada, na qual estivemos por cima durante os primeiros 14 minutos e depois a UD Oliveirense conseguiu equilibrar. Foi também um jogo decidido em pormenores. Nós fizemos um golo de bola corrida e o adversário fez três golos de bola parada. Uma eficácia muito elevada e contrária à nossa, que não conseguimos concretizar as duas que tivemos", apontou.

Na segunda parte, os Leões conseguiram reagir e reestabelecer a igualdade. Contudo, a eficácia da formação local voltou a estragar os planos do Sporting CP. Além disso, Paulo Freitas deixou também alguns reparos à equipa de arbitragem. "Tivemos produção ofensiva e várias bolas no ferro em jogadas bem conseguidas. Na segunda parte a pista inclinou, as decisões foram sempre tendenciosas e a prejudicar o Sporting CP. A primeira parte foi equilibrada até no número de faltas, mas na segunda fizemos nove e a UD Oliveirense acabou por fazer apenas duas faltas e já numa parte final do jogo, sem qualquer influência", considerou o técnico.

Este resultado (3-1), em Oliveira de Azeméis, significou também a primeira derrota dos Leões para o campeonato. Paulo Freitas admitiu que a equipa sai triste com o resultado, mas a partir de segunda-feira o foco já estará na próxima partida.

"Não muda rigorosamente nada, mas saímos claramente chateados e tristes porque não era este o resultado que queríamos. Temos qualidade para vencer aqui, não obstante a qualidade do adversário, que é uma equipa que tem as mesmas ambições que o Sporting CP na conquista de títulos. Queríamos prolongar o estado de invencibilidade, não o conseguimos, vamos ficar tristes o resto do dia. Vai ser uma viagem penosa até Lisboa, mas amanhã já estaremos focados no próximo jogo", garantiu o treinador.

Fonte- Sporting CP

janeiro Pluriform 3