a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Alejandro Domínguez- ...

domingo , Fev. 28 2021
121

Homenagem a Quintana ...

domingo , Fev. 28 2021
259

AD Valongo de volta aos ...

domingo , Fev. 28 2021
57

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60022

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27956

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22323

Hugo Azevedo e a ...

sexta , Jul. 29 2016
5444

Miguel Rocha antecipa ...

terça , Out. 21 2014
2839

CA Feira conquistou Taça ...

segunda , maio 02 2016
1596

2 Barbeiro Março

imgS620I222583T20180602182139

No rescaldo do empate deste sábado diante da AD Sanjoanense, o treinador da equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal, Paulo Freitas, mostrou-se descontente com a actuação dos seus jogadores.

“Desperdiçámos dois pontos, com todo o respeito pelo adversário. Viemos a São João da Madeira e esquecemo-nos do fato macaco em muitos momento do jogo. Saímos daqui com aquilo que merecemos, perdemos dois pontos. Foi um jogo com duas partes distintas”, começou por dizer.

Na primeira metade o jogo esteve encaixado e não criámos roturas, nem do ponto de vista colectivo nem individual. Não conseguimos potenciar as nossas individualidades. A segunda parte foi diferente, com mais atitude e a criar muitas oportunidades, mas já fomos tarde. Não conseguimos o objectivo que queríamos que era conquistar os três pontos”, afirmou, sublinhando que os Leões voltaram a desperdiçar “duas bolas paradas em momentos importantes do jogo”.

Estou muito insatisfeito com o que aqui fizemos porque não podemos ter duas caras. Não podemos ser uma equipa como fomos na terça-feira passada, em Tomar, e hoje chegar aqui e ser outra completamente diferente. Neste momento temos quatro pontos perdidos que não devíamos ter perdido: estes dois em São João da Madeira e outros dois frente à AJ Viana”, referiu.

Por fim, Paulo Freitas olhou já para os próximos compromissos dos Leões, que vão agora disputar, entre os dias 9 e 13 de Dezembro, a primeira edição da Taça 1947, a nova competição nacional que vai juntar os oito primeiros classificados no final da primeira volta do Campeonato Nacional.

É uma competição inédita, mas a grandeza do Clube obriga-nos a entrar em todas as competições para ganhar. Esta não vai fugir à regra, mas temos de perceber que o Sporting CP que actuou hoje aqui terá sérias dificuldades em lutar por esse objectivo. Admito que não se trata de um objectivo prioritário, mas vamos estar empenhados em conquistar este troféu”, concluiu.

Fonte- Sporting CP

calendario Pluriform 2