a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Convocatória Seleção ...

quinta , Jun. 30 2022
10

“Quando se acredita, ...

quinta , Jun. 30 2022
13

Jordi Bargalló renova ...

quinta , Jun. 30 2022
25

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62090

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30886

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25038

2.ª Sul- Parede leva a ...

segunda , Out. 12 2020
683

Pedro Costa reforça ...

quinta , Ago. 31 2017
1567

Rescaldos do Torneio de ...

quarta , maio 27 2015
1506

massagista inicial

fac ocb sara 2

Com apenas dois reforços no cinco inicial, o guarda redes Conti Acevedo e Reinaldo Ventura, o OC Barcelos foi ao municipal de Famalicão derrotar o recem promovido Famalicense por 8-2.

Depois de estar de forma tranquila a vencer ao intervalo por 3-0 com dois golos do Rei e um de Dário Gimenez, a formação barcelense no inicio do segundo temponão ganhou para o susto quando os locais reduziram para 3-2 por Gabi Silva e Juan Lopez.

A reação do Famalicense podia ter inclusive dado em empate mas Pedro Silva desperdiçou um livre direto.

Com este " susto " o treinador Rui Neto foi obrigado a colocar a experiência na pista com Reinaldo Ventura e Luís Querido.

Estas alterações deram resultado, com o OC Barcelos a pressionar e na resposta aumentou para 4-2 por Dário Gimenez.

A seguir Miguel Rocha fez o 5-2, deitando por terra animicamente a turma de Vítor Silva.

Ate ao fim mais três golos do Barcelos, por Dário Gimenez, Luís Querido e Joca Guimarães.

Uma vitoria que assenta justamente ao Barcelos mas que acaba por ser algo dilatada perante um Famalicense esforçado que nunca deixou de incomodar Conti Acevedo.

Fonte: Hóquei Minhoto