a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Reinaldo Garcia após o ...

sábado , Jul. 02 2022
27

Paulo Almeida- “Elas não ...

sábado , Jul. 02 2022
16

Águias garantem final ...

sábado , Jul. 02 2022
14

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62097

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30891

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25044

Inter-Regiões patina a ...

segunda , Abr. 11 2022
259

III D- Centro- Rescaldo ...

segunda , Out. 27 2014
2898

Apuramento europeu para ...

sábado , Mar. 19 2022
177

massagista inicial

goncalo pinto2

Após duas temporadas a atuar fora da Luz por empréstimo, o hoquista Gonçalo Pinto cumpre a sua época de regresso ao Sport Lisboa e Benfica, deixando a sua opinião sobre o trabalho que se realiza no Clube e a sua evolução em termos pessoais, numa entrevista realizada ao site oficial do Clube.
O avançado português tem afirmado estatuto na equipa sénior masculina de hóquei em patins, orientada por Alejandro Domínguez.

Início na modalidade
"A minha família sempre esteve ligada ao hóquei e transmitiu-me essa paixão. O meu avô foi mecânico e o meu pai jogador. Os meus tios também jogavam. Foi como se tivesse nascido para a modalidade. Comecei a patinar com dois anos, mas ainda experimentei o futebol e joguei badminton até aos 11, depois optei por seguir só o hóquei."

Mudança para a Luz
"O Benfica apareceu muito cedo na minha vida, o meu pai já era treinador do Benfica há muitos anos. Lembro-me que todos os anos me perguntavam porque não vinha jogar para o Benfica, e eu respondia que tinha os meus amigos no Cascais, até que chegou uma altura em que três de nós acabámos por vir, com 12 anos."

Formação do Benfica
"Tem sido feito um grande trabalho desde a iniciação até aos Sub-23. A prova disso são os títulos conquistados nos vários escalões."

Estreia nos seniores
"Foi uma época [2016/17] muito dura e injusta, ainda me lembro de tudo como se fosse hoje, acho que ninguém irá esquecer aquele momento de frustração [golo anulado ao Benfica nos últimos instantes do jogo diante do Sporting que daria o título]."

Empréstimos a Lodi e Valongo
"Foram experiências muito diferentes, mas sinto que me ajudou no meu crescimento como pessoa e como jogador. Em Lodi estive fora de casa, fora do meu conforto e longe da minha família e amigos, foi um início muito difícil que acabou da melhor forma com o título nacional. Em Valongo foi uma época muito dura, algo que nunca tinha experienciado na minha curta carreira. Foi uma época menos boa, que me irá fortalecer no futuro."

Regresso ao Benfica
"Tem sido incrível. Uma experiência muito positiva, temos um grande grupo de trabalho e os treinos são muito competitivos. O facto de os treinos serem intensos e a competitividade ser grande faz com que a nossa evolução seja ainda maior."

Temporada em curso
"Está a ser uma época positiva. O jogo que mais me marcou até ao momento foi o da Liga Europeia frente ao Barcelona. O ambiente estava incrível e eu nunca tinha defrontado o Barcelona. Sempre foi um sonho, para mim, disputar estes grandes jogos."

Objetivos pessoais
"Todos os jogadores têm a ambição de representar a seleção sénior. Os meus objetivos passam também por conquistar todos os títulos possíveis. Neste caso ganhar todos os títulos com a camisola do Benfica."

Plano paralelo ao hóquei
"De momento não estou a estudar. Deixei os estudos quando fui para Itália, pois não havia compatibilidade. Agora que estou 'em casa' vou começar a pensar num futuro paralelo ao hóquei, sabendo que é muito difícil devido à elevada carga horária de treinos, mas penso que com tempo irei conseguir conciliar tudo."

Paragem provocada pela Covid-19
"Pode afetar muito um atleta. As rotinas são quebradas e deixamos de fazer o que mais gostamos. Embora possamos patinar em casa ou na garagem não é a mesma coisa e isso pode afetar-nos física e psicologicamente. Temos de ser muito fortes psicologicamente para não nos desleixarmos e continuarmos focados no trabalho que tínhamos vindo a desenvolver."

Manter a forma física
"Temos planos para fazer em casa e não podemos parar. É muito importante tentar manter as rotinas ao máximo para quando tudo recomeçar estejamos preparados ao máximo."

Ocupação de tempos livres
"Tenho tentado ao máximo manter as rotinas. Ter a minha namorada comigo ajuda bastante, não só a treinar, mas também na parte motivacional, pois o mais fácil seria ficar todo o dia no sofá. Tenho ocupado os dias a treinar, aproveitar para ver séries que estavam em atraso, ver alguns filmes e aprender um pouco de culinária."

Um conselho
"Não deixem de praticar exercício físico. Não podermos sair de casa vai fazer com que levemos uma vida sedentária. É importante continuarmos ativos para quando isto passar retomarmos a nossa vida normal e estarmos a 100 por cento."

Fonte/Foto - SL Benfica

5 Sexta