a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Almeida- “Ainda ...

sexta , maio 29 2020
45

Comunicado Conjunto das ...

sexta , maio 29 2020
68

AD Sanjoanense começa a ...

quinta , maio 28 2020
80

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58768

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26622

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21229

Frederico "Fred" Duarte ...

sexta , Out. 21 2016
1070

Keven Correia reforça ...

quarta , Jun. 27 2018
828

Telmo Pinto- “estamos ...

quinta , Jan. 24 2019
448

pluri unhas J

cdpaaefd

O CD Paço Arcos recebeu a AE Física D vencendo por 7-4 e regressando assim aos triunfos, depois de cinco jogos onde apenas somou um empate.
Partida de extrema importância para a formação de Luís Duarte que entrou com as “ganas” todas e aos 4 minutos vencia já por 2-0 com golos de “Rafa” e Pedro Vaz.
Vantagem que deu ainda mais confiança à formação da linha que viu no entanto a Física reduzir por João Lima mas até ao intervalo mais dois momentos de alegria para os adeptos do CDPA que viram Pedro Batista e Rafael Lourenço colocar o marcador em 4-1 quando chegou o intervalo.
Uma primeira parte de maior domínio da formação da casa que esteve quase sempre por cima e justificava a vantagem ao intervalo.
A equipa de Torres Vedras entrou para a etapa complementar a tentar reduzir e conseguiu chegar ao 4-3 após os golos de João Lima (de GP) e André Gaspar (de LD), deixando no ar alguma incerteza no que viria nos minutos seguintes.
Mas o conjunto do Paço Arcos voltou a entrar em cena, assumiu novamente o jogo e o golo de “Rafa” pouco depois (fez o 5-3) serenou os espíritos e seria até final a formação de Luís Duarte a mais perigosa em rinque.
Esse domínio acabaria por ser materializado com mais dois golos, apontados por Pedro Vaz (de GP) e pouco depois por Rafael Lourenço, que fazia assim o “póquer” na partida e colocava o placard em 7-3.
Vasco Miranda já nos segundos finais do encontro reduziria para 7-4, terminando pouco depois o encontro com o triunfo a ser da formação da linha.
O CD Paço Arcos soma agora 16 pontos, e embora se mantenha na zona de despromoção, tem os seus mais directos adversários logo a seguir com 17 pontos (AJ Viana) e AD Valongo (19).
Na próxima ronda a formação do CD Paço Arcos desloca-se à Capital da Sopa da Pedra onde defrontará o HC “Os Tigres” num jogo de aflitos já que a equipa ribatejana segue imediatamente atrás do CDPA com 13 pontos.

1Domingo