a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

GFR Murches num ato ...

segunda , Abr. 06 2020
14

Competições Europeias ...

segunda , Abr. 06 2020
52

Entrevista a Maria Vieira

segunda , Abr. 06 2020
26

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58470

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26352

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20982

Daniel Calhau promovido ...

sábado , Jul. 23 2016
1241

Sub13 do FC Porto vencem ...

domingo , Jul. 01 2018
1082

Calendário do II Torneio ...

sexta , Ago. 19 2016
2059

interiorespluri unhas J

pprs

Paulo Pereira, técnico do OC Barcelos e Ricardo Silva o guarda redes da formação minhota, mostraram-se confiantes antes da partida para Lérida, onde mora o atual detentor da WS Europe Cup, o CE Lleida.
Depois do triunfo no Municipal de Barcelos, na primeira mão dos oitavos de final, por 5-1, o conjunto minhoto disputa esta segunda mão com confiança e ciente que tem tudo para seguir em frente na prova.

Paulo Pereira- “vamos lá fazer um bom jogo e garantir a passagem da eliminatória”

As expectativas é passar esta eliminatória e chegar aos quartos de final. Embora tenhamos ganho por 5-1, também sabemos que o Lleida, no seu recinto também terá a ambição para ganhar pelo mesmo resultado ou uma margem maior para passar a eliminatória, mas nós temos a consciência que vamos lá fazer um bom jogo e garantir a passagem da eliminatória, que é esse o nosso grande objectivo”.
“O nosso foco é não sofrermos golos no sábado, garante-nos a passagem na eliminatória mas ganhar é com toda a certeza bem melhor e é isso que vamos tentar fazer.”

Ricardo Silva- “Uma das grandes armas da nossa equipa é o coletivo”

Ricardo Silva, o guardião dos minhotos comunga da opinião do seu técnico, e embora ciente que será um jogo difícil, a ambição de seguir em frente está intacta e querem confirmar isso em terras da Catalunha.
“As expectativas passam por seguir em frente na prova, sabemos que termos um jogo de dificuldade alta mas também estamos conscientes do trabalho que temos vindo a fazer mas temos as nossas armas prontas para chegar lá e conseguir trazer a passagem à fase seguinte na prova”.
“Uma das grandes armas da nossa equipa é o coletivo assim como a forma coesa como defende, e isso ficou à vista no jogo cá, onde o Lleida teve poucas oportunidades para marcar, e é por aí que tem que partir tudo, na nossa coesão defensiva”.

Fonte- OC Barcelos

6Sexta