a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FC Porto vence o ...

segunda , Jan. 27 2020
25

2.ª D Norte- Valença ...

segunda , Jan. 27 2020
48

SL Benfica conquista ...

segunda , Jan. 27 2020
48

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58074

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25955

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20685

Diogo Almeida- “sou mais ...

quarta , Set. 05 2018
442

João Gomes (RAHC): ...

quinta , Abr. 20 2017
1514

Agenda e Nomeações ...

sábado , Abr. 28 2018
732

interioresCabeleireiro ESS Q

79171061 432037747471730 6573651839726649344 n

O USC Paredes venceu no passado fim de semana o Gulpilhares por 2-1 e “encostou-se” na liderança ao HC Maia, ambas agora com 16 pontos após a 7.ª jornada realizada.
Jogo entre equipas do topo da classificação e isso ficou patente no resultado final, fruto do equilíbrio nos cinquenta minutos do jogo, com o triunfo a surgir já no minuto final do encontro.
O Gulpilhares inaugurou o marcador aos 11 minutos do primeiro tempo, por Diogo Granja, já depois do Paredes ter desperdiçado um LD aos 5 minutos.
A equipa da casa acabaria por empatar ainda no primeiro período por intermédio de Gil Cardoso.
Segunda parte com duas equipas preocupadas em não sofrer golos, e embora as oportunidades tenham surgido, as mais flagrantes de bola parada ( com o Paredes e o Gulpilhares a desperdiçarem uma, cada) o golo do triunfo surgiria já à entrada do minuto final do jogo, como o golo a ser apontado por Miguel Ferreira, com o Gulpilhares a não ter já tempo para poder alterar o rumo dos acontecimentos.
Após esta jornada o Paredes sobe ao primeiro lugar, exe quio com o HC Maia e a ACD Gulpilhares manteve-se no quinto lugar com 10 pontos.
Na próxima jornada grande jogo em perspectiva com o USC Paredes a deslocar-se ao recinto do HC Maia, enquanto o Gulpilhares tem nova deslocação indo até ao recinto do CRPF Lavra em mais um jogo entre candidatos na luta da subida.

Quarta Feira