a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HC Sintra garante a ...

segunda , Set. 28 2020
5

UD Oliveirense carimba ...

segunda , Set. 28 2020
40

Sanjoanense entra a ...

segunda , Set. 28 2020
27

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59455

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27333

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21723

CE- França inicia a ...

segunda , Jul. 11 2016
1029

Luís Duarte, ...

terça , Out. 25 2016
1149

Azemad patrocina SL ...

segunda , Jul. 27 2015
1919

Cursos Grupos 2

78451065 2603358729744661 4699238162252169216 o

A juventude de Viana venceu o seu primeiro jogo no campeonato ao bater o CD Paço Arcos por 6-2 em jogo que contou para a 8.ª jornada do nacional da 1.ª divisão.
Depois do empate na ronda inaugural em Fânzeres frente ao campeão FC Porto, a equipa de André Azevedo apenas tinha somado mais dois empates nas rondas até agora realizadas.
Frente a um Paço Arcos que vinha de dois triunfos consecutivos a equipa minhota encheu-se de brios e perante o seu público, no “Zé Natário” fez um jogo consistente e pese ter visto a equipa da linha chegar ao 0-2 (com golos de Filipe Fernandes e “Rafa”) ainda conseguiu reduzir no primeiro tempo por Rémi Herman.
Segunda parte com a Juventude de Viana a chegar aos tres minutos ao empate a 2 bolas, com o tento a ser da autoria de “Zorro”, foi o mote para a J Viana fazer mais dois golos quase de seguida (apontados por Rémi Herman), colocando o placard em 4-2 e que embalaria a formação minhota para uma exibição segura e que lhe renderia um triunfo robusto e claro perante um adversário que este sábado não encontrou antiduto para travar a vaga de ataque da formação vianense.
Até final Nuno Santos, Francisco Silva, Luís “Zorro” Viana e Rodrigo Martins fizeram os restantes golos do conjunto minhoto que após esta jornada saiu da zona de descida e soma agora seis pontos.

Foto- Facebook da A Juventude Viana

Domingo