a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

3.ª D- Sul- Marítimo ...

quarta , Dez. 11 2019
8

3.ª D- Norte- Maia vence ...

quarta , Dez. 11 2019
18

3.ª D- Centro- Ouriense ...

quarta , Dez. 11 2019
35

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57738

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25640

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20413

Grau segurou a vitória ...

quinta , Jan. 18 2018
799

FC Porto supera o ...

sábado , Nov. 11 2017
856

Leandro Campinho reforça ...

domingo , Ago. 31 2014
2069

interioresinteriores

PauloFreitas

Na antevisão da partida de quarta-feira frente à AD Sanjoanense, o treinador da equipa de hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal, Paulo Freitas, referiu que os Leões são favoritos mas alertou para as qualidades do adversário.
“Não fugimos da nossa responsabilidade nem do facto de nos sentirmos favoritos para este jogo, embora tenhamos de passar esse aspecto para dentro da pista. O grande segredo vai ser o respeito que temos pelo adversário. Se pensarmos que a AD Sanjoanense ocupa os últimos lugares da tabela, vamos aumentar substancialmente as nossas dificuldades. O que temos de perceber é que o adversário é uma equipa muito jovem, que joga um hóquei positivo e que não actua com as linhas muito baixas. Joga o jogo pelo jogo e vai querer demonstrar que tem qualidade e que o lugar que ocupa não condiz com a qualidade do plantel. Acima de tudo, temos de respeitar o adversário. Se estamos preparados para vencer equipas do topo da tabela, também temos de estar preparados para ganhar a este adversário”, começou por dizer.

Quanto à vitória na Liga Europeia frente aos franceses do HC Dinan Quévert, o técnico lembra que foi o regresso à normalidade para a turma de Alvalade.
Voltámos aquilo que é a nossa matriz e dinâmica de vitórias que foi interrompida no jogo frente ao OC Barcelos, uma partida de má memória para a nossa equipa. Tivemos que trabalhar os erros que cometemos e perceber que não podem voltar a acontecer. Esta vitória em França, apesar de difícil, foi importante para continuarmos a conquistar pontos na Liga Europeia. Além disso, foi bom percebermos que o desaire para o campeonato não pode acontecer. Ficámos triste com o resultado mas estamos focados no próximo adversário porque nem estávamos deprimidos antes nem estamos eufóricos agora”, garantiu.

Por fim, Paulo Freitas revelou qual o mote que deu aos seus atletas para a partida em São João da Madeira.
Passei uma mensagem positiva. Temos por base dizer que não vivemos dos títulos que já conquistámos, vivemos sim do presente e perspectivamos o futuro. Tal como digo aos jogadores que não podemos ficar agarrados às vitórias, também não podemos ficar presos a uma derrota. Aquilo que temos de fazer é retirar as devidas ilações e fizemos isso logo nos primeiros dias da semana passada. O que disse aos meus jogadores foi que não queremos que isso volte a acontecer, temos de trabalhar com mais qualidade e foco porque nesse jogo vimos uma equipa diferente do habitual no que diz respeito ao aspecto colectivo. Queremos retomar rapidamente no campeonato o nosso curso normal de dinâmica de vitórias”, concluiu.

Fonte/Foto- Sporting CP

Quarta Feira