a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Óquei de Barcelos viaja ...

sexta , Nov. 15 2019
48

FC Porto numa aventura ...

sexta , Nov. 15 2019
274

WS Europe Cup- Três ...

sexta , Nov. 15 2019
99

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57578

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25515

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20328

Espanha- CP Mieres (1.ª ...

quinta , Ago. 06 2015
989

FC Porto 9-6 CD Paço de ...

segunda , Dez. 18 2017
576

AD Limianos em queda na ...

segunda , Dez. 24 2018
321

interioresinteriores

WRG19.0026 0334 1 1024x682

Portugal segue para as meias após bater a Itália nas grandes penalidades depois de um empate a 4 bolas no final do tempo regulamentar.
No prolongamento a Itália adiantou-se no marcador ( num jogo onde os lusos andaram sempre atrás do marcador) mas já no inicio da etapa complementar do prolongamento chegaria o empate a 5 bolas)
Um “spaghetti” difícil de digerir mas que no final Portugal soube “comer” da melhor forma, com os dois “blaugrana” (João Rodrigues e Hélder Nunes) a conseguirem ser os desbloqueadores desta partida dos quartos de final do campeonato do mundo (ao apontarem as GP que decidiram a passagem à fase seguinte da prova).
Partida onde os lusos mostraram muitas dificuldades na finalização perante uma Itália sínica e que aproveitou da melhor forma as desatenções defensivas dos portugueses.
A Itália aos sete inutos vencia já por 2-0 (golos de Ambrósio e Verona) mas até ao intervalo a reação dos lusos permitiu o empate com golos de Jorge Silva e Gonçalo Alves.
Veio o segundo tempo e mais uma vez foi a Itália a concretizar as oportunidades com Giulio Cocco e Malagoli a colocarem a Itália a vencer por 2-4.
Com Portugal a correr atrás do prejuízo seriam João Rodrigues e Hélder Nunes a colocarem o placard em 4-4, faltavam então 6 minutos para o final do encontro.
Sem que o resultado se alterasse teve que se ir para o prolongamento e mais uma vez foi a Itália a ganhar vantagem mas a assertividade de João Rodrigues ao inicio do segundo tempo do prolongamento colocou Portugal empatado a 5 bolas.
Foi necessário ir para as grandes penalidades e aí falou mais alto a pontaria dos portugueses e a grande exibição de Girão para colocar Portugal nas meias finais desta edição do Campeonato do Mundo.
Semn ter feito uma exibição de encher o olho, este triunfo luso é mais que merecido, num jogo onde ainda assim Portugal foi melhor que os transalpinos, tendo apenas sofrido mais por culpa própria que por outro motivo.
Esta sexta feira a seleção orientada por Renato Garrido defronta a seleção espanhola, num jogo que Portugal terá que estar ao seu melhor para chegar à final.

Foto- Catarina Maria/FPP (arquivo)

Sexta Feira