a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Ex jogador da AA Coimbra ...

segunda , Jul. 22 2019
266

Sergi Ortiz reforça o ...

segunda , Jul. 22 2019
328

HC Santa Cruz apresenta ...

segunda , Jul. 22 2019
249

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57015

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24987

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19933

Chega ao fim a segunda ...

segunda , Jun. 11 2018
1728

OC Barcelos defronta a ...

segunda , Set. 21 2015
856

FPP- Paulo Gomes e o ...

quarta , Mar. 02 2016
1144

interioresinteriores

3

O Candelária recebeu e venceu o HC Sintra por 4-3, num jogo onde uma primeira parte dos insulares acabou por decidir o desfecho final deste jogo, onde Tiago Resende, capitão da formação picarota e Igor Alves, o seu guardião foram fundamentais para este triunfo da equipa de Candelária.
Uma partida aguardada com alguma expectativa, já que ambas as equipas procuravam alguma comodidade na tabela classificativa face á linha d' água. A equipa do Pico, entrou bem e forte, controlou e dominou toda a primeira parte, frente a um Sintra, que "ofereceu" uma vantagem de 3 golos, com uma displicência difícil de compreender, só entendida pelo desgaste da viagem, chegar e jogar.
A 2ª Parte inverteram-se os papéis, o Sintra inconformado, tomou conta do jogo, e encostou um Candelária cansado e quebrado pela sua veterania, dominando e marcando, ganhando por 1-3, mas não suficiente.
O resultado correto seria o empate, pela divisão de domínio das partes por cada uma das equipas. Dois momentos marcam o jogo, o 4-2 dos açorianos, quando o Sintra estava por cima, e um livre direto e cartão azul perdoado a acabar ao adversário, que poderia dar a justiça do resultado.
Apenas lamentar a atitude do experiente jogador Alan Fernandes, que na luta do jogo, tentou agredir um adversário, acabando por se “safar” de uma sanção severa por parte da dupla de arbitragem neste encontro.
Uma arbitragem com nota positiva, em particular pela excelente primeira parte, com a sua prestação a baixar no segundo período onde tiveram alguns erros que poderiam ter dado outro desfecho aos referidos momentos do encontro.

Fonte/Foto- Nuno de Sousa