a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo AD ...

terça , Jan. 18 2022
17

2.ª Sul- “Bês” do ...

terça , Jan. 18 2022
12

1.ª D- Resumo do SC ...

terça , Jan. 18 2022
17

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61630

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30148

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24445

Agenda e Nomeações de 19 ...

quarta , Mar. 16 2016
1902

CN 2ª Divisão Norte - ...

sábado , Out. 13 2018
1022

David Capela reforça CH ...

sábado , maio 23 2015
1699

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

rgar

Renato Garrido comentou a derrota da Oliveirense frente ao FC Porto, por 6-5, no Dragão Caixa.

Exibição: "Os meus jogadores foram inexcedíveis e fantásticos. Uma exibição para recordar no Dragão Caixa. Uma palavra para a nossa claque, hoje sentimos a falta deles. Não falo sobre arbitragem, o diretor esclareceu, não tenho mais nada a acrescentar".

Jogo: "Temos a infelicidade de entrar no jogo com três golos sofridos sem o FC Porto ter feito nada para isso, mas os golos aconteceram, há mérito deles, o quarto golo acontece por uma infelicidade nossa. No entanto, a equipa tem uma reação fantástica e chegar ao empate aqui, depois de estar a perder 4-0, não é qualquer equipa do mundo que faz isso".

Resultado: "Por aquilo que fizemos depois do quarto golo, as equipas encaixaram taticamente, lances individuais a fazer a diferença, as bolas paradas para o FC Porto. Quanto a mim é um resultado injusto por tudo o que nós fizemos. Por tudo o que se passou no jogo, o empate era o resultado mais justo, não tirando o mérito à vitória do FC Porto".

Pontos: "Ficamos com a desvantagem de não depender só de nós, mas vamos continuar a trabalhar com caráter e atitude. Agora temos de esperar por resultados nos confrontos diretos dos nossos adversários, mas acreditamos até ao fim".

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”