a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Filipe Bernardino fica ...

segunda , Jun. 24 2019
99

Rodolfo Santos e a ...

segunda , Jun. 24 2019
245

Torneio Internacional de ...

segunda , Jun. 24 2019
363

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56880

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24864

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19842

Seleção Inglesa vence ...

quinta , Jul. 23 2015
1217

Quatro de saída do HC ...

domingo , maio 26 2019
917

3ªD - Reviravolta ...

domingo , Mar. 17 2019
135

interioresinteriores

42862357 2013144285375014 1244973928049278976 o

Um jogo de loucos e que teve um vencedor inesperado, não porque não o merecesse, mas porque poucos acreditariam que a formação de Luís Duarte conseguisse o triunfo, que se cifrou em 4-3.
Mas vamos por partes.
Jogo entre duas equipas da linha, rivais e com história na modalidade, que se voltaram a encontrar após vários anos em campeonatos diferentes.
Num jogo que chegou ao intervalo com o nulo a manter-se, seria na segunda parte que a história da partida se decidiria. A equipa de Oeiras chegou ao 0-3 (com hat trick de Franco Ferrucio) já no decorrer da segunda parte, poucos pensariam que a formação da casa conseguisse dar a volta.
Mas os últimos três minutos acabariam por deitar por terra previsões antecipadas.
Tomás Moreira aos 23 minutos faz o 1-3 (de LD), o mesmo jogador desperdiça no minuto seguinte uma GP, mas na recarga reduz para 2-3. “Rafa” Lourenço a 40 segundos do final faz o empate, para gáudio dos simpatizantes do Paço de Arcos e o inesperado acontece pouco depois quando Ferrucio não consegue converter um LD após Azul mostrado a Tomás Moreira e na sequência da jogada Pedro Vaz faz o 4-3, faltava então um segundo para terminar a partida.
Reviravolta monumental por parte da formação do Paço de Arcos que venceu um jogo onde todos perspetivavam uma derrota.
O Paço Arcos com este triunfo saiu da zona de descida e deixou o sue adversário de sábado com a lanterna vermelha na mão.

Foto HoqueiPT (arquivo)