a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

A Federação de Espanha ...

terça , Set. 17 2019
47

AA Espinho vence a 30.ª ...

terça , Set. 17 2019
191

SC Tomar vence na ...

segunda , Set. 16 2019
490

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57274

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25233

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20148

2.ª D- Sul – Antevisão ...

sexta , Jan. 30 2015
1417

"Europeu da Corunha com ...

sexta , maio 25 2018
414

CN Rio Maior procura ...

terça , Ago. 30 2016
1131

interioresinteriores

giuliococco

Depois de ter sido campeão de Itália, Cocco teve de se contentar com o terceiro lugar no Europeu. Regressou a casa triste, mas já a contar os dias para se unir, no Dragão, aos jogadores de que mais gosta.
Giullio Cocco tem 22 anos, é avançado e uma das grandes estrelas do hóquei italiano. Na última época foi campeão nacional, na equipa liderada pelo português Nuno Resende (Lodi), a quem chama de "lutador", mas no próximo ano jogará no Dragão. "Quando me ligaram, disse logo que sim, porque os meus jogadores favoritos são os que jogam no FC Porto, sempre quis jogar com eles", contou Cocco, no final do Europeu em que a Itália foi terceira classificada: "Queria ser campeão europeu pela primeira vez e não consegui. Fico triste, mas este ano foi muito bom: fui campeão com o Lodi e recebi o convite do FC Porto."
Na despedida da Corunha, o jogador partiu para férias antes de se mudar para o Porto, cidade por onde passou, em jogo da Liga Europeia, quando era treinado por Guillem Cabestany no Breganze. "Estou ansioso por conhecer a cidade e pelo desafio. Em Itália, o campeonato tem menos intensidade, por isso é que na seleção ganhámos na primeira parte e depois não aguentámos. Em Espanha e em Portugal, os campeonatos são mais duros. Os primeiros meses vão ser difíceis, mas espero adaptar-me e quero ganhar a confiança do treinador e dos meus colegas", explicou Cocco, que já recebeu de Reinaldo Garcia um sinal de apoio: "Ligou-me a dar os parabéns pelo jogo das meias-finais [Portugal-Itália] e desejou-me sorte."
Natural de Valdagno, Cocco vai jogar pela primeira vez fora do seu país e, enquanto faz planos para "tirar um curso de português", não deixa de ter "algum receio", mas diz que tenta "pensar sempre positivo" e sonha já com os clássicos e com os pavilhões ao rubro: "Em Itália, quando viajávamos de autocarro para os jogos, íamos muitas vezes a ver os vídeos do campeonato português. Vai ser incrível jogar os clássicos FC Porto-Benfica e FC Porto-Sporting. Os adeptos criam um grande ambiente", revelou, deixando uma mensagem para eles: "Vou fazer tudo para o FC Porto ganhar títulos."

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”