a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Almeida- “Mostrar ...

quarta , Fev. 26 2020
26

AP Ribatejo vence Inter ...

quarta , Fev. 26 2020
73

Reinaldo Ventura conta o ...

quarta , Fev. 26 2020
58

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58250

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26143

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20809

Tiago Rafael e a Taça: ...

sábado , Fev. 14 2015
1688

FPP- Conheça os Sorteios ...

quarta , Abr. 20 2016
1232

Taça Cers - Noia ...

quinta , Jan. 11 2018
597

interioresCabeleireiro ESS Q

37696635 1946613585370934 7700512139911364608 n

Na segunda meia final, Portugal e Itália lutaram por um lugar na decisão do titulo, com o triunfo a pertencer a Portugal por 4-2.
Um jogo muito equilibrado mas vivido com muita intensidade por ambas as seleções.
O primeiro golo e de Portugal por Diogo Rafael aos 6' tornou o encontro um pouco mais aberto, com mais velocidade.
A Itália aos 9' chegou ao empate num remate enrolado de Alessandro Verona que surpreendeu Ângelo Girão.
Essa intensidade durou pouco tempo com as duas equipas a jogarem e a atacarem de forma segura.
Aos 19' Domenico Iluzzi viu o cartão azul por falta sobre Rafael Costa, tendo Hélder Nunes falhado o golo.
Seria a Itália com menos um jogador a ganhar vantagem aos 21' por intermédio de David Banini.
Para a segunda parte, Portugal veio com outra disposição, procurando de forma insistente o remate e o golo do empate.
De muito insistir, Hélder Nunes aos 5' conseguiu colocar a bola em João Rodrigues que dentro da área igualou o marcador.
Aos 12' Portugal passou de novo para a frente do resultado por Gonçalo Alves que apontou de forma eficaz uma grande penalidade.
Em lance de bola parada ( livre direto ) aos 13' Giulio Cocco teve a oportunidade de empatar mas Ângelo Girão negou as intenções do italiano pela décima falta portuguesa.
A seleção de Portugal aos 19' quase fazia o quarto golo mas o remate de Gonçalo Alves bateu com estrondo no poste direto da baliza de Itália.
Depois deste lance, Portugal continuou a atacar e a desperdiçar golos " cantados " de forma incrível.
Os últimos minutos foram impróprios para cardíacos com Portugal a tentar segurar a bola e a Itália a procurar chegar de qualquer maneira ao empate.
O golo do descanso apareceu no ultimo minuto por Rafael Costa, colocando Portugal na final com a Espanha.

Foto: AL António Lopes