a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CNF- centro- AA Coimbra ...

terça , Out. 20 2020
6

CNF- Norte- “Hat-Trik” ...

terça , Out. 20 2020
21

3.ª Zona D- CRIAR-T com ...

terça , Out. 20 2020
109

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59520

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27406

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21817

2.ª D- Marinhense dá ...

domingo , Abr. 29 2018
2688

Reveja o emocionante ...

sexta , Abr. 10 2020
237

Rúben Sousa: "Não fomos ...

sábado , Dez. 16 2017
2140

Cursos Grupos 2

hnune

Hélder Nunes é uma das estrelas maiores da Seleção portuguesa, pese os seus 24 anos, e deixou, numa entrevista concedida ao diário “La Opinion” onde passou em revista o hóquei actual e naturalmente, falou sobre a sua carreira e daquilo que procura tanto em termos pessoais como profissionais.
"Trabalho" é a palavra que mais se repete ao longo da entrevista, na qual ele responde em espanhol perfeito enquanto seus colegas ficam impressionados com suas habilidades dentro e fora da pista.

Dois jogos, duas vitórias. É fácil começar este Campeonato Europeu para Portugal?

Não é fácil. Nós trabalhamos no duro para chegar a este momento. Fizemos dois bons jogos nos quais marcamos muitos golos e sofremos poucos. É o que queremos, crescer com a concorrência e chegar ao momento decisivo da melhor maneira.

- O único objetivo é ouro?

-Sim, não há outro, mas sabemos que não somos os candidatos principais, porque a Espanha venceu o ultimo campeonato do Mundo. Nós vencemos o último europeu. Com a Itália e a França, seremos as quatro mais fortes e qualquer um pode vencer.

- Há um desejo de vingança após a final o campeonato do Mundo no ano passado?

-Isso já passou e nós não vivemos do passado. Nós vencemos o Campeonato Europeu e fomos para o Campeonato do Mundo e queríamos vencer da mesma forma como se não tivéssemos vencido o Campeonato Europeu. Eu acho que eles serão mais difíceis, e quem for mais novo e mais motivado vai vencê-los. São detalhes que vão decidir os jogos e acho que trabalhamos duro para isso.

- Quem acha que é o melhor jogador da seleção espanhola?

-Não posso dizer um. Espanha, se não tem os três melhores jogadores do mundo é porque também temos alguns. Itália, França, Espanha e Portugal são as melhores equipes e seu valor é coletivo, não individual. O trabalho coletivo será a chave para vencer.

- Portugal tem vantagem porque a liga portuguesa é mais competitiva?

-Não porque muitos jogadores espanhóis já estão em Portugal. O Barça ganhou tudo e não joga em Portugal. É muito difícil vencer e para isso é necessário trabalhar muito. Nós vamos tentar.

- O modo como o hóquei é praticado em Portugal é fascinante.

-Em Portugal os fãs são muito bons, eles acompanham-nos em todos os lugares, fora, em casa ... é espetacular. Em que Portugal é o número um, não há dúvidas.

- Você sente muito ver o pavilhão quase vazio nestes primeiros dias do campeonato?

- Um pouco, mas também é um pavilhão que leva cinco mil pessoas e é difícil durante a semana encher. Sem dúvida, estará cheio em momentos importantes.

- Qual a importância de ser profissional?

-Vivemos disso e é muito importante. É o nosso sonho de criança pelo fato de chegarmos aqui e sermos profissionais, mas sabemos que, quando terminarmos, teremos que trabalhar mais para dar um futuro às nossas famílias.

- Disse uma vez que desde pequeno cuidava de si mesmo e tentava descansar e evitava de sair e ir a festas.

-São os pequenos detalhes e sacrifícios que tive que fazer para ser quem eu sou hoje. Mas quem gosta, é fácil escolher descansar e trabalhar. É um estilo de vida.

- Que conselho dá para as crianças que o vêem como um ídolo e querem seguir os seus passos?

-Eles que estudem muito porque é fundamental para o crescimento deles. E se eles puderem e tiverem a sorte de serem profissionais, invistam, então nisso, porque é muito bonito.

- E que mandem os seus vídeos?

-Claro, a Red Bull faz uma promoção para o hóquei em todo o mundo que é muito necessária.

Fonte / Foto – Jornal “La Opinion” (Espanha)