a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Convocatória Seleção ...

quinta , Jun. 30 2022
12

“Quando se acredita, ...

quinta , Jun. 30 2022
13

Jordi Bargalló renova ...

quinta , Jun. 30 2022
25

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62090

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30886

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25038

Sanjoanense passa em Fão

sábado , Dez. 16 2017
1367

Campeonatos Regionais da ...

segunda , Jan. 01 2018
1301

HC Paço Rei continua a ...

sábado , Ago. 05 2017
1623

massagista inicial

PFSporringadasd

<Treinador campeão nacional de hóquei em patins, que festeja amanhã o 50º aniversário, distribuiu o mérito do triunfo por todos

O Sporting sagrou-se, este sábado, campeão nacional de hóquei em patins, 30 anos depois do último título e Paulo Freitas, o obreiro deste triunfo, decidiu partilhar o mérito com todos. "Sou apenas o treinador. Isto é fruto do trabalho dos jogadores, do staff, da minha equipa técnica e de todos os adeptos, porque, sem eles, não conseguíamos ganhar", referiu o técnico dos leões.

O título, segundo Paulo Freitas, era a "prenda mais desejada" para o 50º aniversário, que o técnico comemora hoje. "Queria realçar a época do Sporting. Nunca entrámos demasiado eufóricos nem deprimidos. Sempre acreditámos no nosso trabalho, na qualidade, na união e na convicção de que íamos ser felizes. Por isso, hoje é dia de extravasar e sermos eufóricos. Trinta anos depois, calhou-nos o privilégio de representar o Sporting e devolver o título a todos os sportinguistas", afirmou.

Para poder estar hoje a festejar, Paulo Freitas sabia que seria necessário "sofrer". "Mas os jogadores estão preparados para sofrer e hoje voltaram a sofrer, porque o adversário é de enorme valia e obrigou-nos a ser um grande Sporting. Por isso, honra aos vencidos. O FC Porto está de parabéns pelo que fez, num ambiente adverso", sublinhou o treinador verde e branco, que não esqueceu a importância dos adeptos.

"O público já nos percebe e sabe quando não estamos tão bem e quando precisámos de ajuda. Foi incrível a ajuda que nos deram quando estivemos em inferioridade numérica. Parecia que tínhamos mais um. Foi um empurrão importante", rematou.>

Foto±fonte: Jornal "O Jogo"