a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo AD ...

terça , Dez. 07 2021
11

Pedro Henriques- “Espero ...

terça , Dez. 07 2021
13

FPP- Formação: Ética no ...

terça , Dez. 07 2021
12

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61510

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
29999

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24283

Pedro Nunes: "O Benfica ...

sábado , Jan. 09 2016
1291

FPP confirma ...

segunda , Jan. 23 2017
2268

CN Norte Sub20: 7.ª ...

segunda , Mar. 28 2016
1439

5 Barbeiro Completo

Terronia

PFreitasimagem123

«Numa eliminatória discutida nos penáltis, Paulo Freitas promete continuar a trabalhar para atingir os objetivos assumidos no início da época.

“Não tenho que apontar rigorosamente nada à minha equipa do ponto de vista da atitude, entrega e compromisso que mantiveram”. Quem o garantiu foi Paulo Freitas, treinador de hóquei em patins do Sporting CP, no final da partida frente ao FC Porto (5-5, decisão depois encontrada nas grandes penalidades), disputada este domingo, no Pavilhão João Rocha, a contar para os oitavos-de-final da Taça de Portugal.

“Tivemos um grande opositor. Faltou-nos, apenas, seguir em frente, tendo a perfeita noção de que sofremos em alguns momentos. Mais uma vez, acho que, estrategicamente, conseguimos parar ali algumas coisas do adversário, o Porto foi mudando algumas coisas à medida que o jogo ia passando. Para além de que, o cansaço ia-se apoderando dos jogadores e não tínhamos tanta lucidez para conseguir decidir. Desse ponto de vista temos que estar muito satisfeitos com aquilo que os jogadores conseguiram fazer, com uma capacidade tremenda”, começou por comentar o técnico leonino.

“Não conseguimos empatar o jogo no Dragão, para o campeonato, numa circunstância igual e hoje, aqui, foram fantásticos, dizer o quê? Que estamos tristes? Obviamente, era um objetivo que tínhamos. Não vivemos de vitórias morais e é uma realidade: vamos sair daqui ainda mais fortes para aquilo que resta da época”, garantiu.

Sobre o futuro? Será, certamente, promissor. “O que é que nos faltou? Marcarmos mais um golo que o adversário. Vamos continuar e cruzaremo-nos, seguramente, ainda mais vezes. Nomeadamente no campeonato e, quem sabe, na Liga Europeia. Temos a Oliveirense pela frente e o FC Porto também tem um grande adversário. Se ambos passarmos a eliminatória vamos ter a oportunidade de nos encontramos outra vez. Quem sabe estarão destinadas, nessa altura, as vitórias do Sporting CP”, terminou.»

Fonte: Sporting | Foto: Jornal "O Jogo"