a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

3ª divisão - HC Fão soma ...

domingo , Out. 25 2020
11

Famalicense goleia Riba ...

domingo , Out. 25 2020
11

CNF- Leoas com mão cheia ...

domingo , Out. 25 2020
15

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59541

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27423

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21832

Guillem Cabestany: ...

sábado , Jun. 18 2016
868

CNF- Águias entram em ...

segunda , Out. 14 2019
511

Tiago Sousa – “Esperamos ...

sexta , Fev. 10 2017
1668

Pluriform PP1

es 20180125A 11ª Jornada do Campeonato Nacional realizou-se no passado fim de semana, tanto a Norte como a Sul e, revelou uma vez mais que as equipas que se encontram no cimo das respetivas Tabelas  Classificativas, não deixam de trabalhar objetivamente, para a prometida passagem à Fase Final, conseguindo mais pontos.
Assim, na Zona Norte, jogaram as seguintes Equipas:
- O AF Arazede recebeu o C Infante Sagres e, perdeu apenas por uma bola a zero, não conseguindo, ao longo de toda a partida, evitar a derrota perante um adversário definido;
- O CA Feira teve em sua casa o ACD Vila Boa Bispo e, também ‘baqueou’ por 3 bolas sem resposta, com 0-2 ao intervalo, sem conseguir marcar qualquer golo;
- E no ‘Jogo da Jornada’ desta Zona, o CH Carvalhos recebeu e, venceu a AD Sanjoanense, por 4-3, num jogo bem emotivo, do princípio ao fim, em que ao intervalo estava um empate a 2 bolas e, depois de um inicio de 2ª parte com a equipa visitante a vencer por 2-3, a equipa ‘Carvalhense’ conseguiu dar a volta vencer por 4-3;
Na Zona Sul, os jogos foram:
- A APAC Tojal levou a melhor sobre o seu adversário, o FC Alverca, por 5-4, depois de ter estado a perder por 1-3, ao intervalo, numa 2ª parte fulgurante e, completamente entusiasmante, em que ultrapassou o objetivo do visitante e, venceu o jogo;
-  A AA Coimbra teve em sua casa o UDC Nafarros, numa partida completamente dominada pela equipa anfitriã, em que a progressão do marcador foi sendo uma constante, ao sabor do tempo, estando a vencer ao intervalo por 2-0 e, terminando num 6-2, que refletiu o domínio total da equipa Coimbrã.