a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Lety Corrales é reforço ...

domingo , Nov. 17 2019
22

Europe Cup- J Viana ...

domingo , Nov. 17 2019
29

Europe Cup- Barcelos ...

domingo , Nov. 17 2019
33

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57588

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25520

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20334

Fotos do Torneio ...

terça , Abr. 12 2016
1365

SC Tomar conquista Taça ...

domingo , maio 22 2016
1545

CM Fem.: Seleção ...

segunda , Ago. 28 2017
971

interioresinteriores

imgS620I208219T20171103112315

"Emanuel Garcia voltou a Portugal, sete anos depois de ter saído do FC Porto, para jogar agora na Juventude de Viana, onde é treinado por dois conhecidos: Renato Garrido e Edo Bosch.

Uma das grandes estrelas do FC Porto do «deca», ao lado de Edo Bosch, Reinaldo Ventura, Filipe Santos ou Reinaldo Garcia, o internacional argentino saiu dos portistas rumo a Itália, onde jogou no Viareggio e no Bassano, e em seguida rumou a Espanha, ao Igualada. Esta temporada foi tempo de voltar a «casa».

«Há muito que queria voltar a casa. Por sorte, voltei a um campeonato que está melhor do que nunca. A afirmação da Oliveirense como mais um grande fizeram com que o campeonato se tornasse mais atrativo e é legítimo que um jogador queria fazer parte dele», admitiu em entrevista ao jornal OJogo, confidenciando a influência do seu novo técnico no seu regresso.

«Já tinha tido uma abordagem, mas não se concretizou. Desta vez, quando o Renato me ligou, eu reiterei a vontade de voltar a Portugal», acrescentou.

Estando fora de um dos quatro candidatos (teóricos) ao título, Emanuel Garcia, ao falar sobre as ambições dos vianenses para esta temporada, garantiu empenho durante toda a época.

«No Viana, as armas são diferentes das que tinha no FC Porto. É normal. Mas vamos lutar e eu vou-me empenhar toda a época. Na CERS, há um lado de sorte que o Viana não terá, porque cruza com adversários fortes. Mas são jogos a eliminar, tudo pode acontecer», referiu, aproveitando ainda para fazer uma antevisão do desfecho do campeonato.

«Há quatro grandes e todos têm armas para chegar ao título. Quem perder pontos com equipas como Viana, Barcelos, Valongo, Turquel terá dificuldade em recuperar na luta entre eles. Nós temos indiretamente uma palavra a dizer. Os quatro da frente é como se jogassem na NBA e os restantes estão no campeonato universitário. Vamos tentar fazer a vida difícil aos nossos oponentes. Queremos melhorar a posiçao do ano passado», opinou."

Foto: Juv. Viana|fonte: Zerozero.pt

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha