a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo AD ...

terça , Dez. 07 2021
14

Pedro Henriques- “Espero ...

terça , Dez. 07 2021
15

FPP- Formação: Ética no ...

terça , Dez. 07 2021
14

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61512

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
29999

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24283

Final4 Taça Portugal ...

sábado , Jun. 03 2017
1620

Equipas Portuguesas ...

quinta , Mar. 21 2019
894

Tomás Frias e Gonçalo ...

terça , Nov. 29 2016
1609

5 Barbeiro Completo

Terronia

GuillemCabestanyPortoFC

«FC Porto recebe os catalães do Vic na primeira jornada do Grupo B da maior competição de clubes europeus

É já este sábado (15h00, Porto Canal) que o FC Porto Fidelidade dá o tiro de partida na edição de 2017/18 da Liga Europeia, com a primeira jornada do grupo B da competição a reservar uma receção aos catalães do Vic. Chamado a antever esta partida, o treinador Guillem Cabestany preferiu afastar o rótulo de favoritismo que é colado à sua equipa, insistindo na ideia em que nesta competição tudo é possível e que esse mesmo favoritismo deverá ser provado dentro do rinque a cada jogo. Quanto a Rafa, salientou a experiência dos adversários nesta competição bem como a capacidade defensiva do histórico emblema catalão.

Análise ao Vic
“Começamos uma nova competição com muita vontade. Queremos dar o nosso melhor, porque também é uma espinha que temos cravada. Eles têm uma equipa totalmente nova, renovada, e tem um curriculum de títulos assinalável. É uma equipa altamente competitiva, mas totalmente renovada, quer jogadores, quer staff técnico. O ADN do clube diz-nos que eles defendem sempre muito bem e acho que é isso que eles vão tentar fazer, enquanto nós queremos impor o nosso ritmo e fazer o nosso jogo.”

Chegar longe pensando jogo a jogo
“Obviamente que queremos ganhar todos os jogos e na Liga Europeia não é diferente. Vamos à procura do nosso melhor nível, porque esta prova não te permite ter um mau dia. Começamos com o Vic e depois queremos continuar com os adversário seguintes, porque só assim chegaremos mais longe do que em outros anos. Temos vontade de chegar longe, mas sabemos que só passo a passo será possível.”

O favoritismo que se conquista
“Em Portugal considero que somos sempre candidatos, mas nas Champions perdemos nos quartos de final nas duas últimas épocas. Por isso não quero pensar em favoritismo. Penso em trabalho, no adversário e jogo a jogo. Não ganhámos o crédito para pensar que somos melhores do que os outros, mas também não pensamos que somos piores. Queremos ganhá-lo no rinque.”

A lição do ano passado
“O Vic tem uma equipa nova, mas uma história e jogadores de qualidade. A verdade é que no ano passado sofremos aqui um empate contra o Mérignac quando ninguém estava à espera, o que mostra bem o que pode acontecer nesta competição. É uma experiência que tem que nos servir, tentando que nada se repita.”

Rafa
“Esperamos um jogo complicado, perante uma equipa que está habituada a estar na Liga Europeia. É uma equipa renovada, mas não é por causa disso que vamos ter maiores facilidades. Eles sofrem muito poucos golos, são muito fortes no aspeto defensivo, mas vamos trabalhar para contornar isso. Este título já nos foge há muitos anos, por isso vamos pensar apenas jogo a jogo. Somos cabeças de série e por isso vemo-nos como potenciais candidatos aos oitavos de final, mas nesta competição há sempre muita coisa que pode acontecer.”»

Fonte|Foto: www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias AutoManicura