a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo do SC ...

quinta , Jan. 20 2022
14

Tiago Rodrigues- “Isto é ...

quinta , Jan. 20 2022
12

1.ª D- Resumo do ...

quinta , Jan. 20 2022
10

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61631

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30157

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24451

CSP Alfena está em ...

terça , Jul. 07 2015
2265

Vitor Hugo- “Temos de ...

sexta , Nov. 01 2019
856

Comunicado da ...

sexta , maio 22 2015
2521

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

toneves udo

«Uma forte aposta que a Oliveirense tem feito nos últimos anos para construir planteis capazes de lutar pelos títulos nacionais e europeus está a ter finalmente resultados. O conjunto treinado por Tó Neves venceu o Reus por 7-4 na final do novo formato da Taça Continental, que se disputou em Viareggio (Itália) e acrescentou ao palmarés do clube de Oliveira de Azeméis uma nova prova europeia, onde já consta a Taça CERS, ganha em 1996 /1997.

Disposta a vingar a final da Liga Europeia perdida em maio, precisamente contra o Réus, a Oliveirense entrou mais forte na partida, mas muito cautelosa e, sem surpresas, marcou primeiro. Aos 6 minutos João Souto colocou os portugueses na frente, após passe de Ricardo Barreiros. O Reus empatou na única distração que a Oliveirense teve na primeira parte, aos 13 minutos, por Albert Casanovas, mas os comandados de Tó Neves trataram de se colocar novamente na frente do marcador passados apenas três minutos, por Jepi Selva. E antes do intervalo, numa altura em que estavam em 'power play' , os Comandados de Tó Neves fizeram o 3-1, por Pablo Cancela. 

Na segunda pane, o jogo ficou frenético desde início. Pedro Moreira assinalou o 4-1 ainda nos primeiros segundos, mas a equipa espanhola respondeu com novo golo de Casanovas. No entanto, a Oliveirense voltou a marcar por João Souto, mantendo o marcador com três golos de vantagem.
Sem tempo para respirar, o jogo seguiu com golos nas duas balizas de forma intercalada, até se chegar aos 7-44 de Pedro Moreira, a 12 minutos do fim. Depois, a equipa portuguesa soube controlar o rumo dos acontecimentos de modo a segurar a vitória final e assim fazer a festa em Viareggio.

"Soubemos controlar"
No final Tó Neves era, naturalmente, um treinador feliz e elogiou a atuação dos seus jogadores. "Fomos mais felizes e soubemos sempre controlar o jogo. Sempre que o Réus tentava encostar no marcador, nos soubemos ter a tranquilidade de marcar quase na resposta e isso ajudou a controlar melhor as nossas emoções no jogo."
O técnico não teve dúvidas, de resto, quando à justiça do resultado. "Merecíamos esta vitória, o clube merecia, os jogadores mereciam. os adeptos mereciam, estamos muito felizes" sentenciou Tó Neves, de 51 anos, que conquistou pela primeira vez um titulo europeu como treinador.»

Fonte: Jornal "Record" | Foto: Jornal "O Jogo"

FormaçãoCabeleireiro