a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Candelária SC vence XII ...

terça , Set. 29 2020
24

Barça inicia defesa da ...

terça , Set. 29 2020
8

HCP Grândola vence ...

terça , Set. 29 2020
60

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59456

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27335

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21726

Conheça o Calendário das ...

domingo , Out. 11 2015
1313

AP Ribatejo vence ...

domingo , Dez. 17 2017
1081

AP Coimbra com fim de ...

sábado , Nov. 18 2017
900

Cursos Grupos 2

hoquei joao pinto 1

Numa entrevista concedida ao “Jornal Sporting” João Pinto “Mustang” fala um pouco do Mundial que recentemente se realizou na China e do futuro imediato no Sporting CP.
É o capitão dos rolamentos leoninos e não tem pudor de afirmar a vontade de vencer, no que será o quarto ano de projecto. Mustang foi o melhor artilheiro do Mundial e não se arrepende da decisão de representar Angola
JORNAL SPORTING – Foi o melhor marcador no Mundial. Como descreve esse feito?
JOÃO PINTO – Foram 28 golos. Não comecei com esse objectivo, mas marquei bastantes golos no primeiro jogo [oito diante dos Estados Unidos]. Continuei com o ‘stick quente’. Já tinha acabado a época a marcar dois/três golos por jogo e aproveitei o bom trabalho dos meus companheiros. Foi muito bom, no que a mim diz respeito.

O resultado individual é mais importante do que o quinto lugar, que fez história em Angola?
- Ambas são importantes. É evidente que o objectivo colectivo sobrepõe-se ao individual. O quinto lugar fica para a história da Selecção. É a melhor classificação nacional do hóquei e de todo o desporto angolano [numa modalidade colectiva] num Mundial. É um país que tem algumas dificuldades nas infra-estruturas e que não está desenvolvido em termos desportivos. Estar entre as potências do hóquei é um feito.

O que falta para marcar presença numa meia-final?
- O emparelhamento dos grupos é importante. Os companheiros têm muito respeito e a qualquer momento pode virar para nós. Já estamos nos cinco primeiros, penso que podemos vir a entrar no top-4.

(Este é um excerto da entrevista ao capitão de equipa do hóquei em patins, João Pinto, que pode ler na íntegra na edição n.º 3642 do Jornal Sporting, já nas bancas)

Fonte / Foto - www.sporting.pt

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo