a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª Norte- Riba D´Ave ...

segunda , Out. 18 2021
1

FPP- Conheça as ...

segunda , Out. 18 2021
1

2.ª Norte- Famalicense ...

segunda , Out. 18 2021
7

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61138

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
29383

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
23722

Rescaldo.6ª Jorn/Norte. ...

terça , Dez. 22 2015
1299

Filipe Vaz- “espero, ...

sexta , Fev. 19 2016
1508

Atlético Namibe, Campeão ...

terça , Fev. 03 2015
1903

05 Barbeiro Completo 500h

0000scpvence 

O Sporting CP venceu o HC Turquel por 7-3 em jogo da 10.ª Jornada do CN da 1ª Divisão. 

«Depois de na última jornada empatar a três com o FC Porto, a equipa de hóquei em patins do Sporting CP voltou aos triunfos na visita ao Turquel, ganhando por 7-3. O resultado ficou praticamente decidido na primeira parte, onde a equipa leonina não deu quaisquer hipóteses ao seu adversário.
O jogo, então, começou de feição para a equipa orientada por Guillem Pérez que, com Ângelo Girão, João Pinto, Pedro Gil, Poka e Tuco de início, conseguiu dois golos (primeiro Pedro Gil, depois João Pinto) no segundo minuto do encontro e, assim, abriu caminho para a vitória. A equipa da casa, perante a desvantagem, reagiu e acabou por reduzir através de uma grande penalidade convertida por Vasco Luís aos seis minutos, mas esse golo não foi suficiente para colocar em questão a superioridade leonina.
Seria novamente João Pinto que, como consequência natural do bom jogo que o Sporting CP ia realizando, aumentou a vantagem, seguindo-se dois golos de Tuco e Ferran Font a colocar o marcador no 5-1. O Turquel, por sua vez, só conseguiu incomodar o guarda-redes verde e branco através de bolas paradas, com Vasco Luís a bisar novamente por intermédio de um penálti e com o mesmo jogador a desperdiçar, a poucos segundos do intervalo, um livre directo após a 10.ª falta leonina.
Na segunda parte, e com o 5-2 no marcador, os leões fizeram o ritmo da partida baixar e o seu adversário foi incapaz de assumir a iniciativa de jogo e correr atrás do prejuízo. Num segundo tempo sem grande história, os leões acabariam por aumentar a vantagem na sequência da 10.ª falta do Turquel, com Poka a converter em golo a bola parada, e depois com um golo fruto de uma boa jogada colectiva e com João Pinto a voltar a facturar. Até final, tempo para os visitados reduzirem por André Pimenta e fixarem o resultado no 7-3 que perduraria até final.»

Foto: Sporting CP

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo