a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Federação responde a ...

terça , Ago. 11 2020
614

Danilo Rampulla- “Estar ...

terça , Ago. 11 2020
59

Paulo Rodrigues crítico ...

terça , Ago. 11 2020
196

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59194

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27043

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21502

Pavilhão Ernesto Silva ...

domingo , Set. 24 2017
1504

Fase Final do Camp. Nac. ...

terça , maio 23 2017
1606

Resumo 1.ª Div. 17.ª ...

segunda , Fev. 26 2018
697

pluri unhas J

helder nunes fcp slb supertaca 240916

FC Porto - OC Barcelos 4-2

Triunfo sobre o Óquei de Barcelos (4-2), no Dragão Caixa, na jornada inaugural da prova.
O FC Porto Fidelidade recebeu e venceu este sábado o Óquei de Barcelos (4-2), no Dragão Caixa, em jogo da primeira jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Depois da conquista da Supertaça frente ao Benfica (13-7), no fim de semana anterior, os azuis e brancos entraram assim da melhor forma no campeonato, seguindo-se uma deslocação ao reduto do Juventude de Viana na segunda jornada (08/10, 21h30).
Frente a um Óquei de Barcelos com o ex-Dragão Reinaldo Ventura, de regresso a uma casa que tão bem conhece, o FC Porto Fidelidade desde cedo assumiu o estatuto de favorito, impondo a força do seu coletivo. A boa organização dos barcelenses começou por criar dificuldades aos Dragões, mas um forte remate de Gonçalo Alves, de meia distância, derrubou a resistência adversária e colocou os portistas justamente na frente (9m). No caminho para o intervalo, Hélder Nunes elevou para 2-0 na recarga de um livre direto cobrado pelo próprio, e deu maior conforto ao FC Porto Fidelidade antes do descanso (20m).
A etapa complementar começou com Nélson Filipe a parar em grande estilo um livre direto de Miguel Vieira (30m), segundos antes de Gonçalo Alves permitir a defesa a Ricardo Silva no mesmo tipo de lance. Ora, foi precisamente na sequência de um livre direto que os barcelenses reduziram, por intermédio de Reinaldo Ventura (36m), reduzindo a diferença para a margem mínima. A segunda parte foi atípica no que diz respeito à quantidade de livres diretos, e também foi desta forma que Hélder Nunes aumentou para 3-1, bisando no encontro (37m). Já dentro dos últimos dez minutos, Ton Baliu aproveitou uma assistência primorosa de Gonçalo Alves e marcou na estreia com a camisola portista no Dragão Caixa (43m), antes de Reinaldo Ventura bisar e estabelecer o 4-2 final (49m).

FICHA DE JOGO

Árbitros: José Pinto (Porto) e Paulo Santos (Porto)

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.), Reinaldo Garcia, Hélder Nunes (cap.), Gonçalo Alves e Jorge Silva
Jogaram ainda: Rafa, Vítor Hugo, Ton Baliu e Telmo Pinto
Treinador: Guillem Cabestany

ÓQUEI DE BARCELOS: Ricardo Silva (g.r.), Reinaldo Ventura, Luís Querido (cap.), Miguel Vieira e Hugo Costa
Jogaram ainda: João Pereira (g.r.), João Guimarães, Rúben Sousa, Pedro Silva e Afonso Lima
Treinador: Paulo Freitas

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Gonçalo Alves (9m), Hélder Nunes (20m, 37m), Reinaldo Ventura (36m), Ton Baliu (43m)
Disciplina: cartão azul a Hugo Costa (20m), Rafa (30m), Gonçalo Alves (32m), Telmo Pino (35m)

Fonte- www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva