a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Cabestany- “esta é uma ...

sexta , Jan. 24 2020
47

Miguel Vieira- “jogar o ...

sexta , Jan. 24 2020
53

Raul Marín poderá estar ...

sexta , Jan. 24 2020
119

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58054

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25937

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20666

HCP Grândola no GOLDEN ...

domingo , Ago. 27 2017
726

Taça Portugal: AA ...

segunda , Jan. 16 2017
1116

FPP- Nomeações de 29 de ...

sexta , Abr. 29 2016
974

interioresCabeleireiro ESS Q

14425381 1783263998585929 8331794799210665377 o

França- Portugal 0-5

Portugal garantiu a presença na final do Mundial que se está a realizar em Iquique- Chile ao vencer a França por 5-0.
Grande trajecto da formação orientada por Carlos Pires que iniciou a sua presença no grupo da morte, junto à Espanha e à França, na primeira fase.
Depois da derrota na ronda inicial frente à Espanha, a selecção lusa foi somando triunfos atrás de triunfos, uns mais suados que outros mas sempre com inteira justiça até chegar a estas meias finais.
Quis o destino que voltassem a encontrar as gaulesas, mas desta feita a lição estava bem estudada, e a sua qualidade permitiu que as “Ursinhas” chegassem ao intervalo a vencer por 1-0, com o golo a ser de autoria de Mria Silva, embora com um desvio de uma defesa gaulesa, num resultado que se justificava plenamente por aquilo que estavam a fazer em rinque.
Um inicio de segundo tempo de excelente qualidade permitiu ao conjunto luso chegar ao 3-0, com Renata Balona, de GP e pouco depois por Marlene Sousa a deixar a formação portuguesa em situação privilegiada, e a permitir gerir o jogo perante uma equipa francesa ansiosa mas sem soluções para ultrapassar a defensiva portuguesa.
Rute Lopes e mais uma vez Marlene Sousa a colocarem o placar em 5-0, faltavam cerca de tres minutos para o términus do jogo.
Triunfo sem mácula das “Ursinhas” que chegam novamente à final, passados 8 anos, quando disputaram a final no Mundial realizado em Yuri and Honjō, no Japão, frente à Espanha onde perderiam.
Agora resta esperar pela sua adversária que sairá ainda esta noite do confronto entre a actual campeã Mundial, a Argentina e a campeã europeia em título, a Espanha.

 

workshops para rodapé Noticias NailArt