a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HC “Os Tigres” de ...

quarta , Set. 18 2019
49

Telmo Pinto- “Queremos ...

quarta , Set. 18 2019
68

H Feminino- Águias ...

quarta , Set. 18 2019
229

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57276

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25238

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20150

1.ª Div: SL Benfica ...

sábado , Jun. 10 2017
1191

Escorregadela do ...

segunda , Jan. 12 2015
1455

Deteção de Talentos da ...

quinta , Mar. 12 2015
1263

interioresinteriores

parede vilapraia 3f

Parede FC – ADJ Vila-Praia 6-8

O Parede FC voltou a desaproveitar o factor casa para somar pontos. Depois da derrota frente ao Marinhense na ronda anterior, desta feita na recepção ao Vila- Praia a equipa de Pedro Gonçalves foi novamente surpreendida, perdendo por 8-6.
Foi a formação forasteira a ganhar vantagem aos 11 minutos, mas por César Pinheiro, mas José Gago empataria pouco depois. No entanto o ultimo minuto do primeiro tempo acabou por, provavelmente condicionar de forma quase definitiva a história do jogo, já que o conjunto da linha sofreria tres golos nesse fatídico minuto. Dois Azuis a jogadores do Parede, foram bem aproveitados por Telmo Ramos na sequência dos correspondentes LD e no último segundo do primeiro tempo, Rafael Almeida aumentou para 4-1.
O Parede veio para a etapa complementar a correr contra o tempo e os primeiros cinco minutos foram de loucos.
O Parede reduziu cedo por Diogo Pereira de GP logo ao segundo minuto e por Ricardo Lopes no minuto seguinte. Mas nem houve tempo para festejar porque Rui Araújo fez o 5-3 poucos segundos depois.
Jogo aberto intenso de parte a parte com as oportunidades a surgirem e mais uma vez a raça da formação da casa volta a fazer das suas conseguindo o empate. Ricardo Machado ainda ao minuto tres reduz para 5-4 e Ricardo Lopes no minuto seguinte consegue o empate a cinco bolas.
Tudo em aberto no que toca ao jogo, mas a 10.ª falta do Parede permite a Telmo Ramos colocar a formação minhota na frente do marcador, fazendo o 6-5.
Jogo onde a entrega de parte acabaria por ser penalizado com as duas equipas a terem oportunidades de fazer golo mas a desperdiçarem livres directos.
Seria o Parede a chegar ao empate mais uma vez, com Simão Lage a fazer o 6-6, corria o minuto 15.
Ricardo Machado logo de seguida ao do empate acaba por ver um Azul, César Pinheiro desperdiça o LD mas a formação do Vila Praia, volta outra vez à vantagem quando jogava em vantagem numérica com Telmo Ramos a completar o seu póquer neste encontro.
O golo que selou esta partida acontece já nos segundos finais do jogo com César Pinheiro, de GP a fazer o 8-6 para o Vila-Praia.
Jogo onde a forma como as equipas se entregaram ao jogo proporcionou alguns frissons, e onde a experiência fez valer pontos, neste caso ao conjunto minhoto, que soma assim a primeira vitória nesta fase de apuramento de Campeão nacional.
Arbitragem periclitante da dupla que orientou o jogo, com os Paredenses no final a manifestar o seu desagrado por esse facto.

Foto- José Gonçalves – www.hoqueipatins.pt

workshops para rodapé Noticias AutoManicura