a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Raul Alves é o convidado ...

sexta , Mar. 05 2021
39

Pedro Henriques- “Máxima ...

sexta , Mar. 05 2021
12

“Sabemos que vai ser ...

sexta , Mar. 05 2021
9

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60035

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27974

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22336

Resumo 5.ª Jor. FF ...

sexta , Jul. 15 2016
1484

"Infiltrações, falta de ...

quinta , Ago. 10 2017
1523

FC Porto conquistou a ...

domingo , Jun. 19 2016
1411

2 Barbeiro Março

SLBPedroNunes 15janeiro V 

O SL Benfica defronta hoje o CD Paço de Arcos no Pavilhão Fidelidade pelas 21h e Pedro Nunes, treinador da equipa de Hóquei em Patins do Sport Lisboa e Benfica, lançou a partida dizendo que este "é um clássico do hóquei em patins".
«“O Paço de Arcos é uma equipa que, neste momento, tem a sua situação definida em termos de classificação e objetivos. Vai continuar na I Divisão e registo isso com muito agrado. É uma equipa que vem jogar ao Pavilhão Fidelidade completamente desinibida, descontraída, e isso representa para nós mais dificuldades e é assim que temos de pensar. Pessoalmente nunca dou os jogos como vitórias adquiridas, desconfio sempre dos adversários e este não foge à regra”, alertou, em declarações à BTV.
O técnico aproveitou, ainda, para contextualizar o jogo em termos históricos, fazendo uma ponte para a atualidade: “É um clássico do Hóquei em Patins. Por norma, os jogos entre SL Benfica e Paço de Arcos são extremamente equilibrados, as equipas conhecem-se muito bem, há jogadores que estão no Paço de Arcos que já jogaram no Benfica e ao contrário também. Estou em crer que vai ser um jogo disputado, com incerteza no resultado até ao final e com total responsabilidade do nosso lado porque sabemos que queremos conquistar os três pontos para depois só faltarem mais dois para a conquista do título.”
Pedro Nunes apontou, igualmente, aos pontos fortes e mais débeis do oponente. “O Paço de Arcos assenta a sua estrutura de jogo na organização defensiva, que sai muito bem em transições rápidas, e vai tentra explorar isso mesmo, ou seja, o erro ofensivo, a precipitação do Benfica, alguma ansiedade que se possa apoderar da nossa equipa caso não consiga marcar um golo tão cedo quanto desejável. Quando tem a bola especula muito nas zonas exteriores mas tem bons executantes e ações definidas que lhes permitem chegar com perigo à baliza”, analisou.
Para a vitória no jogo ser Benfiquista, o treinador deu a receita: “O Benfica terá de ser uma equipa intensa logo desde o início, que a defender condicione todas as armas do Paço de Arcos e quando tiver a bola que seja o Benfica habitual. A intensidade faz toda a diferença em tudo aquilo que façamos ao longo do jogo. Um Benfica intenso, objetivo, pragmático, na procura constante da baliza adversária e que reaja muito bem à perda de bola. Temos de ser um Benfica ao nível do que temos vindo a fazer ao longo do Campeonato.”»

Foto|Fonte: SL Benfica

workshops para rodapé Noticias AutoManicura