ReinaldoVenturaFernandoPereiraGlobalImagens

O OC Barcelos recebe a UD Oliveirense em jogo da 22.ª Jornada do Campeonato Nacional que se realiza no próximo sábado, dia 23 de abril no Municipal de Barcelos. Atualmente a atravessar uma fase menos positiva este é um jogo fundamental para o OCB, que tem em Reinaldo Ventura a sua maior figura. Fomos falar com o “Rei” que está a realizar uma temporada fantástica, com a qualidade que sempre nos habituou, sendo atualmente o melhor marcador do campeonato, para perceber o que se poderá esperar da sua equipa neste encontro e no que resta da temporada, bem como da usa passagem pelo Dragão Caixa na última jornada e do que poderá acontecer na próxima temporada.
Espero um jogo com um grau de dificuldade altíssima. Vamos jogar contra uma equipa com grande qualidade, experiente e com grande definição em todos os momentos do jogo. Capaz de o resolver em qualquer altura, por isso espero um jogo de extrema dificuldade. Este é um jogo importante porque é o próximo. Esta tem sido a nossa forma de pensar desde o início e não irá mudar. Sabemos que será extremamente difícil mas vamos com toda a certeza dar tudo para conseguir um bom resultado como fazemos sempre.”
Relativamente ao que resta da temporada, Reinaldo Ventura espera “ganhar o máximo de jogos possíveis e tentar a melhor qualificação possível. No final fazem-se as contas.”
Quanto ao confronto com o FC Porto e o regresso ao Dragão Caixa, Reinaldo analisou "um jogo diferente antes e depois, onde várias memórias foram recordadas, pessoas com que estive a maioria da minha vida como hoquista e com quem tive o prazer de privar mas durante foi igual a todos os outros porque queria ganhar, infelizmente não o conseguimos mas o Porto foi melhor e foi justo.”

Melhor marcador do campeonato
“A nível pessoal é gratificante mas nada mais que isso, o mais importante é que isso se reflita na parte coletiva e se isso ajudar com certeza irei ficar muito mais satisfeito.”

Continuidade em Barcelos
“A forma como fui recebido pelas pessoas e adeptos deste clube faz-me querer cá ficar. Aqui sente-se e respira-se hóquei, mas um profissional nunca pode dizer com toda a certeza o dia de amanhã. A minha experiência diz-me isso. Mas a minha vontade é continuar neste projeto.”

Foto: Fernando Pereira - Global Imagens

workshops para rodapé Noticias AutoManicura