a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo SC Tomar- ...

segunda , Nov. 29 2021
12

2.ª Norte- Juventude ...

segunda , Nov. 29 2021
12

1.ª D- Resumo CD Paço ...

segunda , Nov. 29 2021
10

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61478

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
29940

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24211

SC Tomar segue para os ...

domingo , Mar. 18 2018
1767

3.ª D- Centro- Rescaldo- ...

quarta , Fev. 10 2016
1636

Cabestany considerou uma ...

sábado , Dez. 17 2016
1360

5 Barbeiro Completo

Terronia

13010892 1197171423626854 3838277303913284051 n

HC "Os Tigres" - GD Sesimbra 8-5

Os Tigres, depois de mais uma semana difícil na vida do clube, lograram vencer um "desesperado" Sesimbra na luta pela fuga à despromoção.
Num jogo onde não faltaram golos, foi um André Gaspar de unhas afiadas o principal responsável pela vitória da sua equipa, facturando por 6 vezes (3 na sequência de livres directos) e deixando os comandados de Artur Pereira numa situação cada vez mais aflitiva.
O jogo começou com Os Tigres praticamente em vantagem, pois logo aos 30s. de jogo, André Gaspar numa iniciativa individual fez o 1º, com um remate enrolado à entrada da área.
O jogo estava dividido, sem grandes cautelas defensivas, quando Bernardo Pinhal numa longa distância, trai João Patrício, que parece ter sido encadeado pelo sol que incidia na sua área de acção, restabelecendo a igualdade.
Reage de imediato a equipa da casa, com o fogoso Paulo Passos a recolocar a sua equipa em vantagem, com uma forte sticada desferida à entrada da área.
Mas uma vez mais o Sesimbra chegaria ao empate, desta feita com muita felicidade, pois uma bola bombeada para a área dos anfitriões, acabaria por ressaltar no stique de Anderson, que dessa forma iria inadvertidamente trair Patrício pela 2ª vez.
os Tigres acusam este golo fortuito e permitem que o Sesimbra começa a acercar-se mais vezes da sua baliza com perigo, prova disso uma "bomba" enviada por Fuzeta ao poste.
O tempo ia passando, até que os árbitros resolvam admoestar com cartão azul, o cap. Kéké.
Na conversão do Livre Directo, o recém-entrado Marcelino, coloca a sua equipa pela 1ª vez em vantagem, batendo o guarda-redes Ribatejano apenas na recarga.
Poucos segundo depois, é a vez do também recém-entrado "Pica" marcar à sua ex-equipa e ampliar a vantagem pra 2 golos, quando faltavam 6 minutos para o intervalo.
Os adeptos da casa, temeram o pior, mas a reacção da sua equipa foi imediata, e Passos numa rápida transição ofensiva, serve Raposo que com uma execução técnica espectacular, feita a uma só mão, reduz a desvantagem da sua equipa para apenas um golo.
Os Tigres carregavam e acabariam por chegar de novo ao empate, por Gaspar a finalizar com êxito um livre directo a penalizar uma acção faltosa de um jogador adversário.
Faltavam 4 minutos e os Tigres demonstravam querer ir em vantagem para o descanso, perante um Sesimbra, que defendendo à zona ia tentando estancar essa avalanche ofensiva, mas Gaspar voltaria a marcar, na recarga a mais uma bomba de Passas, e dessa forma os comandados de Ganchas recolhiam aos balneários em vantagem.
No inicio da 2ª parte o Sesimbra dispões logo de uma soberana ocasião para voltar a empatar, mas Fuzeta não consegue desfeitear Pilé (que entrou no início do 2º tempo), na conversão de um LD a penalizar um Azul a Passos.
Do PWP que se seguiu o Sesimbra tb não conseguiu retirar nenhum dividendo.
Já com Passos de regresso à pista, este é enganchado por Marcelino que vê cartão azul e na sequência dos protestos a essa decisão, vê novo azul.
Gaspar é de novo chamado à conversão, e não falha, dando pela 1ª vez, 2 golos de vantagem à sua equipa.
O Sesimbra repõe 1 jogador mas fica ainda em under-play, que não é aproveitado pelos Tigres.
O jogo continuava dividido, com o Tigres a estar perto do golo por "Janeka", que finaliza uma jogada genial, com um remate ao poste, mas seria o Sesimbra a reduzir por "JóFi", marcando também ele à sua ex-equipa e reduzindo a diferença de novo para apenas 1 golo.
Entravamos nos últimos 10 min. de jogo, quando o Tigres beneficia de mais um LD, sendo que desta vez é Passos o eleito, não conseguindo desfeitear o recém entrado Maricato.
Pouco mais de 2 minutos depois, é de novo assinalado LD a favorecer a equipa da casa, na sequência de um Azul a Bernardo Pinhal, desta feita é de novo Gaspar o eleito por Ganchas, e não perdoa, fazendo o 7-5 com uma espectacular picadinha.
Na sequência desse lance, Fuzeta vê azul por protestos, colocando de novo a sua equipa em inferioridade numérica, que seria de novo aproveitada por André Gaspar, que fechava uma tarde de grande inspiração, com a obtenção de mais um golo, na sequência de uma iniciativa excelente individual, fazendo o 8-5 com que o jogo chegaria ao fim.
Até ao final nota apenas para 2 livres directos desperdiçados, 1 por cada equipa, sendo Janeka e desperdiçar pelos donos da casa e Jorge Coelho pelos forasteiros.

Fonte / Foto- José Carlos Gaspar