a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

SC Tomar vence Taça ...

domingo , Set. 22 2019
327

Elite Cup- FC Porto ...

domingo , Set. 22 2019
328

Elite Cup- SL Benfica ...

domingo , Set. 22 2019
180

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57287

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25249

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20157

Diogo Neves será ...

sexta , maio 13 2016
2625

Itália- Após 2.º jogo ...

quinta , maio 25 2017
1202

Liga Europeia: ...

segunda , Jan. 18 2016
960

interioresinteriores

ANACPIntervencaAssembleia

No passado sábado dia 12 de março decorreu a assembleia geral da FPP e a ANACP divulgou hoje no seu sítio oficial, a intervenção do Presidente da Associação Nacional de Clubes de Patinagem feita na ocasião. 

"Caro Presidente da Federação de Patinagem de Portugal,
Hoje não vou falar de Boletins electrónicos, nem de plataforma de vídeos, nem da legalidade das associações, nem de outros assuntos que sucessivamente tem a ANACP trazido a estas assembleias.
Hoje, é tempo de balanço, é tempo de olhar para trás e projetar o futuro.
Ao longo deste mandato, foram vários os combates nas Assembleias com troca de argumentos e criticas construtivas, no sentido de contribuirmos, para um melhor funcionamento da própria Federação e promoção das disciplinas de Patinagem.
Não podia deixar de passar o dia de hoje, sem que me fosse permitido fazer uma apreciação do seu mandato e dos seus membros.
Foi, é, e será sempre difícil a gestão de uma Federação que, ao longo dos últimos anos, tem vindo a diminuir o seu passivo. No entanto, temos de reconhecer que o esforço levado a cabo pela sua direção e também pelas direcções dos diversos clubes, é de louvar. Hoje temos uma Federação apetecível. Está no momento certo para que possamos ganhar a dimensão que as disciplinas da Patinagem merecem.
A ANACP, embora sendo uma jovem Associação, tem memória congratulamo-nos pelo empenho da sua direção na colocação do Hóquei em Patins na Televisão, temos fins-de-semana em que conseguimos assistir a 4 transmissões televisivas.
Hoje, já não debatemos o porquê do Hóquei em Patins não estar na TV, hoje debatemos se este ou aquele é o melhor parceiro para as transmissões desta modalidade.
Ao longo deste mandato, as disciplinas, têm tido um crescimento assinalável, ao nível de atletas. Sem conhecer os dados ao pormenor, mas com o que assisto em vários eventos relacionados com a Patinagem, estamos numa fase crescente do número de atletas que devemos aproveitar para incrementar, ainda mais, em todas as disciplinas.
O crescimento das disciplinas de patinagem também só é possível com a aposta na mediatização das próprias e aqui senhor Presidente, as mudanças operadas pela sua direção, embora tardias, mas como diz o ditado: “Mais vale tarde que nunca”, começam a surtir efeitos.
Há uma linha que separa a forma de comunicar da Federação. Desde Setembro que temos assistido a uma melhoria por parte da sua direção em divulgar conteúdos através das redes sociais, culminando com o novo site que está em funcionamento.
É importante que essa aposta leve a uma crescente profissionalização das modalidades para que possamos, daqui a 4 anos estar a fazer um novo balanço e perceber que o que hoje, a Federação, as Associações de Patinagem e as de classe fizeram, se reconhece como tendo sido as opções certas, no crescimento sustentado das disciplinas.
Durante este tempo, temos que realçar também o nosso papel.
Algumas iniciativas propostas pela ANACP foram concretizadas, outras não foram possíveis de realizar, não por falta de iniciativa nossa, mas por outras razões, nem sempre justificadas.
O Dia do Guarda-Redes é uma das iniciativas cridas pela ANACP que já faz parte do calendário da época desportiva, ao longo dos últimos anos tem recebido as melhores críticas e elogios, contribuindo para um crescimento da modalidade Neste contexto, são inúmeros os mails e telefonemas perguntando quando e onde será a próxima edição.
Os grupos de trabalho criados para a discussão, quer da reforma administrativa, quer dos quadros competitivos de seniores e escalões de formação, permitiu que as Associações se pudessem envolver, esgrimir argumentos e apresentar contributos para que, neste caso, o Hóquei em Patins tivesse, hoje um quadro mais competitivo.
O Mini-Hóquei, projeto desenvolvido pela Direção Técnica Nacional que a ANACP abraçou, que tanto foi criticado por clubes, associações, entre outros, é hoje uma realidade. Fruto da cooperação com outras associações, podemos hoje afirmar com orgulho que a ANACP, com a distribuição de Kits de Mini-Hóquei e com um investimento que não chegou aos 2 mil euros, colocou o País a jogar Mini Hóquei.
Quero aproveitar para deixar também um agradecimento às Associações de Patinagem de Coimbra, Minho, Aveiro e Ponta Delgada pela disponibilidade em abraçar, também, o Mini Hóquei.
Este é um bom exemplo. São eventos desta natureza que promovem a patinagem.
São eventos como o 1º Encontro Nacional de Mini Hóquei, realizado em Vila Nova de Poiares, local onde a Patinagem não estava ainda implementada, permitiu que esta se desenvolvesse, contando, hoje, com um clube de Patinagem Artística.
É a prova que estamos no bom caminho e que devemos continuar a organizar mais e mais atividades de promoção.
Devemos tentar satisfazer todas as necessidades dos mais variados intervenientes das disciplinas e mais uma vez, agradeço a confiança da Direção Técnica Nacional em permitir que a ANACP tivesse desenvolvido uma Formação Contínua de Treinadores, em simultâneo, Famalicão e Sacavém, com mais de 100 treinadores envolvidos.
No entanto, sentimos que é necessário mais. O sucessivo adiamento da informatização das competições é algo que não deve ser esquecido. A contínua aposta de atividades que visem a promoção quer do Hóquei em Patins, quer da Patinagem Artística e quer da Patinagem de Velocidade, é e será cada vez mais importante.
Neste campo, quero agradecer a confiança da sua direção em atribuir à ANACP, a organização do Campeonato Nacional de Estrada em Absolutos e Masters, prova que se realizará em Esposende para promover, também, a Patinagem de Velocidade, numa zona do País onde a expressão da Patinagem de Velocidade é nula.
Para que este evento tenha um maior impacto, já garantimos a transmissão das provas via web e estamos a negociar com as TV´s a colocação de um programa sobre o fim-de-semana de Patinagem de Velocidade, em Esposende.
Para além da Patinagem de Velocidade e com a “queda do All Star Game” estamos a planificar um grande evento dedicado ao Hóquei em Patins em Setembro.
Para o mês de Novembro, estamos a planear uma iniciativa dedicada à Patinagem Artística, que será divulgada oportunamente.
Esta é a nossa forma de estar na Patinagem."

Foto|Fonte: ANACP

FormaçãoCabeleireiro