a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Alejandro Domínguez- ...

sexta , Dez. 04 2020
98

Girão- “Vamos ter de nos ...

sexta , Dez. 04 2020
301

FPP- Nomeações para o ...

sexta , Dez. 04 2020
134

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59663

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27603

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21985

Jorge Maceda " Xixa " ...

quinta , Ago. 07 2014
2844

Águias abatem Dragões no ...

sábado , Nov. 03 2018
1097

UD Oliveirense e a ...

sexta , Mar. 09 2018
841

calendario Pluriform 4

cabestany vs barcelona 281115 m

Técnico destacou a “atitude” dos jogadores após a goleada frente à Sanjoanense (7-1)
No final da goleada em S. João da Madeira (7-1), frente à Sanjoanense, a contar para a 18.ª jornada do Campeonato Nacional, Guillem Cabestany disse que o FC Porto Fidelidade vai lutar pelo títuloaté ao último dia ou até que a matemática o dê por perdido”, num comentário ao facto de os Dragões terem reduzido em dois pontos a distância para o líder Benfica (são agora oito). O técnico realçou a “atitude que a equipa teve ao encarar o jogo” quando sabia que ia ser “uma deslocação dura” e deixou a mensagem de que a equipa tem de conseguir, fora de portas, a “regularidade” de vitórias que já tem nos jogos no Dragão Caixa.
Vamos a tentar ganhar todos os pontos que há em disputa e sabemos que temos muito trabalho para fazer. Vamos olhar apenas para nós próprios e se tivermos, em algum momento, alguma oportunidade para chegar mais perto, vamos estar ali para aproveitá-la. O campeonato está difícil, mas vamos lutar por ele”, destacou o espanhol, em declarações ao Porto Canal.
O treinador elogiou os jogadores por terem entrado “com a atitude correta”: “Sabíamos as dificuldades que íamos enfrentar ao jogar aqui, com o piso muito complicado e com um ambiente desfavorável, apesar de muito bonito. Não se viram os erros que cometemos em Turquel; claro que este jogo não nos devolve essa derrota, mas deixa-nos satisfeitos alcançar uma vitória fora de casa, pois são jogos que nos estão a custar muito este ano”.
Já Telmo Pinto, autor do segundo golo dos portistas, estava satisfeito por marcar um golo, mas não deixou de dizer quea vitória vale mais do que um golo”: “Sabíamos que este reduto era difícil e tínhamos a noção de que tínhamos perdido na última deslocação que tínhamos realizado, pelo que viemos para aqui na máxima força e estivemos muito concentrados, na primeira e na segunda parte”.

Fonte / Foto – www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias VernizGel