a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“Alex” Munt- “Quero ...

sábado , maio 30 2020
25

“Carlitos” Silva assina ...

sexta , maio 29 2020
83

Paulo Almeida- “Ainda ...

sexta , maio 29 2020
77

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58772

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26625

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21232

CD Póvoa apresenta-se ...

quinta , Set. 28 2017
872

AP Porto- Treinos de ...

quinta , Fev. 07 2019
479

CR- AP Alentejo- Sub-15- ...

quarta , Dez. 16 2015
976

pluri unhas J

ant hcpg sct

Início de ano e logo com uma partida entre candidatos.
O HCP Grândola recebe este Sábado a equipa do SC Tomar na partida mais importante da 13.ª jornada e ultima desta primeira volta, num encontro onde se defrontam o primeiro classificado, o SC Tomar e o Grândola a ocupar o segundo lugar a par do Sintra, com cinco pontos a separarem as duas formação que se vão defrontar no “Zeca Afonso”.
A equipa Tomarense tem noção que um triunfo, para além de afastar um pouco mais um dos concorrentes directos, a deixa numa posição privilegiada à entrada da segunda volta da prova. O HC Sintra é para já outra das equipas que mais ameaçam o primeiro lugar desta zona sul. A equipa ribatejana que terá dentro de sensivelmente um mês de jogar no Pavilhão do “Monte Santos”, sabe o quanto é importante sair da Vila Morena com os três pontos no bornal, de forma a encarar a partida frente ao Sintra com outra disposição.
Quanto ao Grândola, é uma das boas surpresas nesta primeira volta, ou se quisermos ser mais pragmáticos a confirmar ano após ano a qualidade que ali mora, e que vai ficando à vista com o decorrer da época. E esta temporada não foge à regra, e mantem-se firme e hirta num lugar que lhe permite sonhar com um dos lugares de acesso à subida ao campeonato maior do HP indígena.
A equipa leonina que soma duas derrotas (em Oeiras e Almeirim) apresenta o melhor ataque a par do Oeiras com 66 golos e a defesa menos batida (35 GS). No que toca ao conjunto de Nelson Mateus se no que se refere à pontaria está perto dos leões com 60 golos apontados, na defesa é um pouco mais permissiva tendo sofrido até ao momento 51 golos, contabilizando três derrotas (uma em casa frente ao BIR, e fora em Coimbra e Oeiras) e um empate também no “Zeca Afonso” frente ao S Alenquer B.
No toca aos melhores marcadores a equipa do Grândola tem em João Ferro (17 GM) e José Bernardo (16 GM) os seus mais perigos avançados, com o SC Tomar a apresentar Ivo Silva e Hernâni Domingos (com 24 e 22 golos, respectivamente) as setas mais perigosas dos ribatejanos.
A equipa leonina nos dois confrontos que realizou frente ao conjunto de Grândola somou duas vitórias (3-2 em 2012/2013 e 4-2 em 2014/2015), triunfos justos, o que só confirma as dificuldades que o conjunto leonino encontra nas deslocações à Vila Morena.
Resta agora esperar, e ver o que os dados do jogo vão reservar, numa partida que terá certamente uma moldura humana enorme, como é apanágio dos jogos realizados no “Zeca Afonso” e que vai ainda dar mais colorido a este encontro.

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeSobrancelha