a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

3ª divisão - HC Fão soma ...

domingo , Out. 25 2020
9

Famalicense goleia Riba ...

domingo , Out. 25 2020
10

CNF- Leoas com mão cheia ...

domingo , Out. 25 2020
10

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59541

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27423

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21832

AP Coimbra poderá ...

sexta , Fev. 12 2016
1405

3.ª Divisão Nacional - ...

quarta , Mar. 01 2017
1067

Equipa Feminina da AA ...

quinta , Abr. 21 2016
1318

Pluriform PP1

ZePEdroMaia

Foto da temporada 2014/15, quando José Pedro Maia ainda representava os Sub20 da Juv. Pacense

José Pedro Maia transferiu-se esta temporada para a AD Valongo, depois de passar pelo CSP Alfena, CP Sobreira e Juv. Pacense, esperando agora lutar por títulos. Após cumpridos os primeiros meses a representar a AD Valongo, sente a “obrigação” de dignificar a camisola do seu novo clube.

PLR: Como está a correr até agora a temporada?
José Pedro Maia: A temporada até agora tem corrido dentro do esperado, com alguns altos e baixos mas é normal, sendo que temos uma equipa com alguns jogadores novos mas com vontade de mostrar valor, algo que também nos ajuda nos jogos.

PLR: Cumprido o primeiro terço da temporada, quais os objetivos para esta época 2015/16?
José Pedro Maia: Os objetivos passam por ir o mais longe possível e evoluir o máximo possível mas sempre com a "obrigação" de dignificar a camisola que vestimos.

PLR: Que ainda esperas conquistar ao longo da tua carreira?
José Pedro Maia: Claro que como todos os jogadores espero alcançar tudo no hóquei e disputar os jogos com as melhores equipas e melhores jogadores, mas no imediato espero apenas trabalhar ao máximo e desfrutar da modalidade e com o tempo se chegarem as oportunidades estar à altura.

PLR: Como foi o teu percurso até agora? Quais as melhores recordações?
José Pedro Maia: o meu percurso até agora foi bastante simples, tendo passado pelo CSP Alfena, CP Sobreira e Juv. Pacense. Nunca disputei grandes competições ou finais mas mesmo assim tenho de afirmar que foram estas equipas que me ajudaram a chegar aqui hoje e ter a possibilidade de disputar (espero eu) grandes finais.

PLR: Há quanto tempo jogas hóquei? Como e onde começaste a jogar?
José Pedro Maia: Ando de patins desde os 6 anos e comecei a jogar aos 8, escolhi a baliza por mero acaso por falta de guarda-redes num treino e só mais tarde vim a descobrir que já tinha o destino traçado, sendo que já tinha 3 primos que eram guarda-redes.

PLR: Há algum jogo que guardes na tua memória? O que podes dizer sobre isso?
José Pedro Maia: O jogo que mais gozo me deu foi esta época o jogo contra o FC Porto para a Taça César Fidalgo. Mesmo estando o troféu já garantido por parte do Porto, acho que a nossa vitória garantiu-nos sair de cabeça erguida e provarmos que temos valor, tendo sido também a minha primeira vitória frente a uma equipa grande.

PLR: O que mais te fascina no hóquei?
José Pedro Maia: O que mais me fascina no hóquei é a adrenalina que sentimos sempre que entramos em ringue. É um desporto que obriga a estares sempre no limite e todos os jogadores são incluídos no jogo durante os 50 minutos.

PLR: Quais são as tuas expectativas para o futuro?
José Pedro Maia: As minhas expectativas para o futuro são alcançar o máximo possível, mas não vivo obcecado com troféus. Pretendo primeiro mostrar o meu valor e provar a muita gente que o meu futuro passa pelo melhor hóquei possível e que esta fase de ascensão não é apenas de passagem, mas de impulsão para a minha aprendizagem. Ainda assim, como disse antes, vivo obcecado em provar nada a ninguém exceto a mim mesmo.

Foto: Facebook José Pedro Maia

workshops para rodapé Noticias VernizGel