a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Hélder Nunes - "Um ...

quarta , Abr. 08 2020
22

FPP- Performance- ...

quarta , Abr. 08 2020
87

"Voltar a jogar, sim, ...

quarta , Abr. 08 2020
60

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58479

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26360

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20991

Angola e Espanha fazem o ...

sábado , Abr. 04 2015
1520

AP Alentejo- Taça APS- ...

quinta , maio 19 2016
1265

Nuno Lopes- “Ganhou a ...

segunda , Set. 28 2015
886

interiorespluri unhas J

Chambelpaiefilho

O "Jornal Record" na sua edição online lançou hoje uma reportagem muito interessante, onde aborda as coinciências e percursos de antigos e atuais históricos da modalidade e as pegadas seguidas pelos seus filhos, que começam agora a aparecer ao mais alto nível. Na peça, destaca-se Pedro Chambel de 22 anos, guarda-redes da AE Física e filho do antigo guarda-redes do Sporting e da Seleção Nacional - António Chambell. Além deste, vem também a referência a outros casos do hóquei português, como Carlos Dantas e o filho Miguel Dantas que joga atualmente no CD Paço de Arcos, Franklim Pais que é pai de Leonardo Pais, guarda-redes da AD Valongo, José Querido, que tem os filhos Luís Querido no OC Barcelos e Nelinha Querido como guarda-redes na equipa feminina do CI Sagres, Paulo Freitas, pai de Pedro Freitas também guarda-redes na AD Valongo e já Campeão do Mundo Sub20, Paulo Pereira, pai de Tomás Pereira, Sub17 da AD Valongo e já Campeão Europeu Sub17 e Edo Bosch, pai de Xano Edo, guarda-redes dos Sub15 do FC Porto e também já Campeão Europeu Sub17, apesar de ainda muito jovem. 

Leia a reportagem

"No hóquei em patins, tal como em outros desportos, é normal encontrar jogadores cujos progenitores foram, e alguns ainda são, nomes famosos na modalidade.

A expressão popular ‘filho de peixe sabe nadar’ aplica-se em muitos casos e como exemplo surge o do jovem guarda-redes da Física de Torres Vedras, Pedro Chambel, de 22 anos, que decidiu seguir a carreira do seu pai, António Chambel, antigo guarda-redes do Sporting e da Seleção Nacional. No Sporting, António Chambel defendeu a baliza do clube na conquista da Taça das Taças, em 1991 e, no ano seguinte, fez parte da equipa que representou Portugal nos Jogos Olímpicos de Barcelona. "São momentos que marcam as nossas vidas", disse-nos António Chambel.

Foi, assim, com este exemplo em casa que Pedro Chambel foi contaminado pela modalidade. "Comecei a patinar com 2 anos e a jogar com 4, portanto desde muito pequeno que via jogos de hóquei em patins, que é uma modalidade de grande tradição na família", começou por nos contar Pedro Chambel.
No entanto, a opção pela baliza até nem foi por influência do pai, conforme nos confessa. "A escolha da baliza surgiu por acaso. Um dia faltou um guarda-redes na minha equipa e como gostava de experimentar ofereci-me. Gostei e como tinha o meu pai a jogar naquela posição e a um nível bastante alto, decidi continuar", disse.

Conselheiro
Com um pai que regista um passado de relevo na modalidade é natural que as conversas sobre o hóquei em patins sejam frequentes, para mais ocupando Pedro Chambel a mesma posição que a de António Chambel. "Falamos muito, é verdade. O meu pai é muito crítico. Dá-me conselhos antes e depois dos jogos, destacando o que fiz de bem e de mal. Aceito as críticas porque sei que são para meu bem", confessa .
Guarda-redes titular da Física, Pedro Chambel tem realizado boas exibições. Mas o jovem deseja mais. "Sou ambicioso. Quero evoluir cada vez mais e espero chegar o mais longe possível e isso passa por atingir a Seleção Nacional", salientou.

Bosch são bons
Há, ainda, outro exemplo de pai e filho guarda-redes. O dono da baliza portista, Edo Bosch tem no filho, Alejandro Bosch, um descendente já galardoado na Europa, com o título de sub-17, em representação da Seleção Nacional. "Queria seguir a carreira do meu pai. Desde pequeno que levo o hóquei muito a sério e desejo ser tão bom como ele", disse-nos o jovem guarda-redes do FC Porto, em setembro."

Autor: Vítor Ventura | Foto: David Cabral Santos | Fonte: Jornal Record

workshops para rodapé Noticias AutoManicura