a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

SC Tomar vence Taça ...

domingo , Set. 22 2019
318

Elite Cup- FC Porto ...

domingo , Set. 22 2019
327

Elite Cup- SL Benfica ...

domingo , Set. 22 2019
179

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57287

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25249

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20156

Telmo Fernandes continua ...

segunda , Jun. 04 2018
496

CN- Sub-15- Leões de ...

domingo , Mar. 22 2015
1172

CN Sub-13- Zona Sul- ...

terça , Mar. 15 2016
1161

interioresinteriores

28549d56 be33 4f11 835c e3440b1960e0

SC Tomar – SL Benfica- B 7-5

O SC Tomar teve que puxar dos galões de líder para vencer a jovem equipa encarnada numa partida intensa, jogada sempre em velocidade, de reviravoltas no marcador e que teve cerca de quatrocentas pessoas a viver de forma apaixonada as incidências deste jogo.
A equipa leonina sabia que teria que estar ao seu melhor para não se deixar surpreender pelo conjunto de Jorge Godinho. Desde o primeiro minuto percebeu-se que as duas equipas estavam apostadas em somar os três pontos. Se o SC Tomar joga muitas vezes com o factor dimensional do Pavilhão “Jácome Ratton”, onde fruto da sua tipologia de jogo consegue por norma criar muitas dificuldades aos seus adversários, este sábado a equipa de Nuno Domingues encontrou um adversário à altura, já que a formação encarnada é composta por jovens sub-20 mas de grande qualidade individual, quase todos internacionais e tem no seu colectivo uma dinâmica sempre difícil de travar.
Jogo aberto, sem supremacia evidente de qualquer das partes, com o SC Tomar a inaugurar o marcador aos 11 minutos por Ivo Silva. O Benfica não tremeu e a juventude e irreverência do conjunto encarnado, aproveitou bem as desatenções defensivas dos leões para dar a volta ao marcador, com Gonçalo Nunes e Filipe Fernandes a colocarem o resultado em 2-1 favorável ao Benfica, resultado com que se atingiu o intervalo.
E foi a equipa benfiquista a aumentar a vantagem logo ao minuto cinco da etapa complementar, por Gonçalo Nunes. Responderia o SC Tomar pouco depois com o capitão leonino a bisar aos sete e oito minutos respectivamente, empatando a contenda.
O jogo continuava frenético, aberto, proporcionando oportunidades para os dois lados. Tirou dividendos disso, o SC Tomar através de Filipe Vaz, que se estreou na equipa leonina, aos 17 minutos colocava novamente os nabantinos na frente do marcador. Ainda se festejava o golo e eis que Hernâni Diniz, aproveitando alguma passividade das jovens águias aumentou para 5-3. Seria tempo, dizemos nós, de o SC Tomar travar ímpetos, segurar a vantagem e jogar pelo seguro. Mas não, a equipa de Nuno Domingues manteve a mesma postura, com o jogo a manter um grande ritmo, de parada e resposta, indo desta forma ao encontro dos desejos de Jorge Godinho. E essa oportunidade acabaria por ser bem aproveitada por Filipe Fernandes e Gonçalo Nunes em dois remates de meia distância colocaram novamente o empate no marcador, decorria o minuto 21.
Pouco tempo já para se jogar, com a bancada do “Jácome Ratton” a roer unhas e a contorcer-se no apoio aos leões. Valeu então Hernâni Diniz nas bolas paradas para resolver o problema. Aos 22 minutos na transformação de uma GP faz o 6-5, vê o SL Benfica através de Gonçalo Nunes, desperdiçar um LD a castigar a 10.ª falta dos leões e já no último minuto o camisola 44 do SC Tomar a arrumar a questão ao transformar um livre directo (20.ª falta das Águias), colocando ali o placar em 7-5 e a acalmar assim as hostes nabantinas.
Foram cinquenta minutos de pura adrenalina, de enorme entrega dos jogadores envolvidos, com duas equipas a proporcionar um grande jogo de hóquei em patins, e que acabou por ter o SC Tomar como vencedor numa partida a formação ribatejana esteve praticamente eximia na marcação de bolas paradas, estando talvez aí o segredo deste triunfo suado, mas justo.
Numa partida jogada quase em “red line” a dupla de árbitros, esteve à altura dos acontecimentos, teve alguns erros é certo, mas de menor importância e sem qualquer influência no resultado.

Pavilhão “Jácome Ratton”- Tomar

Árbitros- António Teixeira e António Bastos do Minho

SC Tomar: Daniel Leal (GR), Pedro Martins, João Lomba, Ivo Silva (3), Hernâni Diniz (3); Filipe Vaz (1), David Costa, David Vieira, João Almeida e Marco Gaspar (GR)
Treinador- Nuno Domingues

SL Benfica- B: António Mendonça (GR), Pedro Batista, Gonçalo Conceição, João Sardo, Gonçalo Nunes (3); Filipe Fernandes (2), Bernardo Reis, Diogo Neves, Luís Cebola e Carlos Silva (GR)
Treinador: Jorge Godinho

Foto- João Flores

workshops para rodapé Noticias AutoManicura