11988474 987278207958969 8438947541927549417 n

O jogo entre o CA Feira- SC Marinhense, é sem dúvidas o mais “apetecido” da ronda 9 do nacional da 3.ª divisão, centro. Partida entre duas das melhores equipas desta zona, e que certamente irão proporcionar um excelente espectáculo este domingo.
O CA Feira que teve um inicio meio tremido, parece ter entrado no carrilho certo, soma já quatro triunfos consecutivos e está a apenas um ponto de um dos lugares de acesso à subida de divisão.
Fomos ao encontro do treinador do Feira, Alexandre Fernandes, para “apalparmos” o pulso ao técnico e tentarmos saber como está a ser preparado este jogo e que perspectivas tem do mesmo.
Mas antes disso quisemos saber como está a equipa a evoluir depois de um inicio algo atribulado.
Pelo nosso lado o CA Feira manteve a maioria do plantel, tem também 3 caras novas, e ainda que o nosso ínicio de campeonato tenha sido atípico para aquilo que temos planeado, que é obviamente a subida de divisão, estamos super motivados para prosseguir o nosso caminho querendo sempre mais, jogo a jogo, jornada a jornada. O trabalho e o espírito de equipa, a cultura da vitória e capacidade de sofrimento em alguns jogos serão por certo a base do nosso sucesso. É esta a nossa forma de estar e pensar e não nos desviaremos disto”.
Sobre a partida propriamente dita, Alexandre Fernandes é um Homem sereno e consciente do valor do seu grupo.
O jogo do próximo Domingo será um jogo importante para ambas as equipas. O SC Marinhense vem motivado pelo liderança que vem mantendo, fruto obviamente dos resultados que tem conseguido e logicamente como o CA Feira vai querer ganhar. Esta época o SCM reforçou-se com 3 atletas apostando ainda mais no objectivo da subida. Mas o CA Feira quer muito ganhar este jogo para nos colarmos aos lugares cimeiros da classificação. Na minha perspectiva vai ser um jogo interessante, vamos entrar para conquistar os 3 pontos, respeitando o adversário, mas queremos muito ganhar”, rematou.
Aproveitando o facto de falarmos sobre o Feira, quisemos também saber a sua opinião sobre o desenrolar da prova, quando estamos quase a virar o primeiro terço do campeonato, e aqui Alexandre Fernandes, foi mais comedido, ou melhor com um olhar mais critico a algumas situações que se passaram, não deixando de alertar por uma maior abrangência nas decisões que tem que ser tomadas
A avaliação do primeiro terço deste campeonato diz-me que para além de mais equipas que na época transacta, existem equipas com muita mais qualidade, fruto, por um lado, de alguns clubes de nomeada que inscreveram equipas B, por outro lado outras se inscreveram que tem muito bons praticantes é isso torna ainda o campeonato mais competitivo.
Um senão, o das equipas B alterarem os seus jogos considerados cruciais para poderem levar alguns dos seus melhores atletas que jogam nas Divisões acima e a um outro nível e claro fazem toda a diferença nesses jogos. Honestamente, não me parece bem e não devia ser permitido, assim não jogam todos com as mesmas armas.
Mas há que reter que logo no início desta época a minha equipa foi alvo de factos estranhos, cirúrgicos, que nos condicionaram de podermos ter ido mais longe, mas estão devidamente identificados, porém vamos acreditar que de uma vez por todas não se repitam. Estamos atentos e o que exigimos é respeito com os jogadores e o Clube.
Obviamente que olhamos para "dentro de casa" para rectificarmos aquilo em que não estivemos bem ou aquém do esperado e ajustamos a equipa acrescentando e trabalhando alguns aspectos que julgamos necessários, pelo que nos cabe afirmar que a nossa ambição é sempre ganhar e este jogo não foge à regra. Temos que entrar muito concentrados mas vamos com muita confiança", finalizou.

workshops para rodapé Noticias PenteadosdeNoiva