a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Liceo e Barcelona entram ...

segunda , Jan. 25 2021
30

Resumo do OC Barcelos – ...

segunda , Jan. 25 2021
88

Herberto Resendes ...

segunda , Jan. 25 2021
48

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59934

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27850

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22222

Aproxima-se o ...

quinta , Set. 22 2016
1148

HC Mealhada de regresso ...

domingo , Set. 20 2020
563

Ferran Font e Jordi ...

sexta , Jul. 06 2018
991

2 Barbeiro

Helderunoes

​O FC Porto Fidelidade bateu este sábado a Física (4-0), em Torres Vedras, em jogo referente à segunda jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão. Com um “hat-trick” de Hélder Nunes (22m, 25m e 45m) e mais um remate certeiro de Jorge Silva (49m), os azuis e brancos somaram a segunda vitória consecutiva e mantêm-se entre os líderes da prova.
Num pavilhão tradicionalmente complicado, os azuis e brancos entraram em rinque de forma dominadora e desde cedo assumiram os ritmos do encontro, mas a maioria das investidas ia esbarrando na inspiração de Pedro Chambell. O guardião da equipa da casa defendeu quase tudo o que podia e evitou uma derrota bem mais pesada, não encontrando antídoto, apenas, para o talento natural de Hélder Nunes na marcação de bolas paradas.
O jovem hoquista dos Dragões foi, por motivos óbvios, a figura maior da noite, apontando três dos quatro golos do segundo triunfo portista no campeonato. Os dois primeiros surgiram de livre directo, aos 22 minutos e a 40 segundos do intervalo, e fizeram toda a diferença no caminho para o descanso. Já no segundo tempo, desta vez de grande penalidade, Hélder Nunes completou o “hat-trick” (45m) e sentenciou a partida, que não terminou sem Jorge Silva fazer o gosto ao "stick" (49m).
No final do desafio, em declarações ao Porto Canal, o treinador Guillem Cabestany falou de uma “boa vitória numa pista difícil”, reconhecendo que os Dragões poderiam ter construído um triunfo mais volumoso. “Desperdiçámos várias ocasiões para marcar, muitas vezes por mérito do guarda-redes, mas vencemos de forma justa e o mais importante foi conseguido, os três pontos”. Hélder Nunes, por sua vez, mostrou-se satisfeito com a eficácia que teve esta noite: “Felizmente consegui marcar as bolas paradas, mas como fui eu poderia ter sido qualquer outro. O mais importante foi a vitória”.

FICHA DE JOGO

FÍSICA-FC PORTO FIDELIDADE, 0-4
Campeonato Nacional, 2.ª jornada
10 de Outubro de 2015
Pavilhão Dr. José Maria Antunes Júnior, em Torres Vedras

Árbitros: Rui Torres (Minho) e Paulo Santos (Aveiro)

FÍSICA: Pedro Chambell (g.r.), Carlos Godinho (cap.), Carlos Garrancho, Samuel Lima e Vicente Alves
Jogaram ainda: Nuno Brilha, Emanuel Amâncio, João Lima e Filipe Bernardino
Treinador: André Gil

FC PORTO FIDELIDADE: Edo Bosch (g.r.), Hélder Nunes, Reinaldo Garcia, Jorge Silva e Vítor Hugo
Jogaram ainda: Telmo Pinto, Rafa, Álvaro Morais e Gonçalo Alves
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 0-2
Marcadores: Hélder Nunes (22m, 25m e 45m) e Jorge Silva (49m)

Foto|Fonte: www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação