a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

S Alenquer B realiza o ...

sexta , Set. 18 2020
99

HC Sintra superioriza-se ...

sexta , Set. 18 2020
130

Infante de Sagres ...

sexta , Set. 18 2020
62

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59423

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27271

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21693

1/8 Final Taça de ...

segunda , Abr. 03 2017
997

Em Macau o Hóquei ...

sexta , Jan. 11 2019
732

2.ª Div. Norte: AA ...

sábado , Out. 22 2016
1164

PP3

Cambra012UDoli

A UD Oliveirense venceu categoricamente por 12-0 frente aos “vizinhos” do HA Cambra, em jogo da 2.ª Jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, somando agora 6 pontos, enquanto o Cambra segue sem qualquer ponto conquistado.
A Oliveirense entrou melhor na partida e abriu o marcador ao minuto 4, por intermédio de Martin Montivero, que tirou o melhor proveito de um azul madrugador, mostrado a Álvaro Pinto.
Caio, de longe, deu seguimento à contagem com um remate de meia distância sem hipóteses de defesa para Ricardo Pereira.
Com o relógio nos 17’21’’, penálti a favor da União e Casanovas, que saltou do banco para cobrar, que não desperdiçou a ocasião e ampliou para 0-3.
Com 12’01’’, nova penalidade, e mais uma vez para o espanhol unionista apontar. De novo, Ricardo Pereira foi batido para o 0-4. E nas bancadas dos visitantes já se começava a adivinhar a goleada.
Ao fim do primeiro quarto de hora, o Cambra ainda não se tinha conseguido encontrar-se, e continuava com dificuldades em conter o grande caudal ofensivo dos forasteiros, ao mesmo tempo que não conseguia finalizar ataques.
Nos últimos cinco minutos, quando o Cambra parecia que estava, finalmente, a conseguir acompanhar a velocidade da UDO, Ricardo Pereira volta a ser batido, com Montivero a bisar.
Apresentando uma defesa muito permeável, que raramente conseguia tapar os caminhos para a baliza, Carlos López aproveitou uma segunda bola e, a pouco mais de dois minutos para o fim, elevou o resultado para o 0-6, e no hat trick de Montivero, as contas chegaram mesmo ao 0-7 com que se chegou ao intervalo.
Na segunda parte o Cambra entrou com mais genica e conseguiu alguns bons ataques, mas Domingos Pinho (Gr), que entrou ainda na 1.ª parte correspondia às solicitações. Na outra baliza, aos 37 minutos "Ricky" (Gr) sofreu o 0-8, que teve a rubrica de Carlos López.
O jogo tornou-se mais interessante de seguir: Domingo Pinho (Gr) agora tinha de mostrar serviço e até teve de se aplicar um par de vezes, mas Caio voltou a enviar mais um ‘bilhete’ cruzado sem hipóteses para o guarda-redes.
Com 0-9 no placar, o Cambra não desistiu de procurar, pelo menos, o golo de honra, e –verdade seja dita – debateu-se o suficiente para isso. Agora já se notava uma maior presença ofensiva, mas ora as emendas falhavam ora Puígbi mostrava que além da fama tem, mesmo, o proveito.
Com 5’41 para jogar, mais um azul a levar Caio para a marca do livre direto e, com um trabalho soberbo perante Ricardo Pereira, driblou-o para a Oliveirense chegar à dezena. A três para a buzina final Carlos López eleva para 0-11, e logo depois Piolho faz falta para azul. João Souto, na cobrança, conduz a bola com calma e, picando a bola sobre o corpo do ‘keeper’ Luís Canavarro que entretanto havia entrado, assina o 0-12.
No final, os ânimos aqueceram dentro do rinque, e a partida terminou com um desaguisado entre Pedro Moreira e Eduardo Brás, que acabou no chão e obrigou à entrada da equipa médica e da GNR no recinto de jogo, após o apito final.

Resultados e Classificação

Fonte: Cidades.com.pt

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação